Nova regra para visitação ao Morro da Igreja exige agendamento prévio - Hora

Versão mobile

Turismo31/03/2014 | 12h16

Nova regra para visitação ao Morro da Igreja exige agendamento prévio

Congestionamento poderia resultar no fechamento da área turística da cidade

Nova regra para visitação ao Morro da Igreja exige agendamento prévio Vani Boza/Agencia RBS
A Pedra Furada é um dos pontos turísticos mais visitados da Serra Catarinense Foto: Vani Boza / Agencia RBS
Agora, para conhecer um dos principais pontos turísticos da Serra Catarinense é necessário marcar a visita com dois dias de antecedência. O objetivo da nova regra, segundo a secretaria de turismo, é para garantir a segurança das pessoas que desejam conhecer o Morro da Igreja e a sua famosa Pedra Furada, no Parque Nacional de São Joaquim, em Urubici. São disponibilizadas apenas 200 autorizações por dia e a visitação continua gratuita.

O cálculo para o número de autorizações foi realizado com base no número de vagas disponíveis para estacionamento, o tempo médio de permanência do turista no atrativo e o tempo que o portão da aeronáutica permanece aberto. O número limitado de visitações é para veículos de qualquer porte, com exceção de motos e bicicletas. Pedestres, motoqueiros e ciclistas também precisam pegar a autorização, mas o número não será limitado nestes casos.

De acordo com a prefeitura, a regra foi implantada após ser cogitado pela aeronáutica o fechamento do local, que fica em área militar. O motivo seria a falta de segurança, já que  antes as passagens de entrada e saída do parque ficavam bloqueadas pelo número elevado de carros, impedindo uma saída de emergência, por exemplo.

O novo sistema foi implantado em novembro de 2013, na baixa temporada, para todos os ajustes fossem terminados a tempo, e ainda não foi sentido pelos turistas. Mas, segundo a secretaria de turismo de Urubici a mudança só tem como repercutir positivamente no turismo local.

— Tivemos um caso em que o visitante se sentiu mal e pelo número muito grande de carros a ambulância não conseguiu chegar. Tivemos que coloca-lo em um carro e pedir que as pessoas se afastassem para que pudéssemos levar o homem até o socorro. As medidas que adotamos visam evitar situações como esta —, explicou Michel Omena, chefe do Parque Nacional de São Joaquim.

A ideia, segundo a prefeitura, é que em 2015 a mudança ganhe vans para o transporte dos visitantes até o topo do morro.

Hotéis e pousadas já estão avisando os clientes no momento em que agendam suas hospedagens. Caso queira agendar diretamente a visita, ligue no telefone: (49) 3278-4994.

HORA DE SANTA CATARINA

 
Hora de Santa Catarina
Busca