Bailarino joinvilense participa de comercial com repercussão nacional - Hora

Versão mobile

Gênero18/08/2016 | 16h31

Bailarino joinvilense participa de comercial com repercussão nacional

Na campanha "Eu me Atraio", Alencar Reinhold Bräuer Neto dança com a modelo Jéssica Mara

Bailarino joinvilense participa de comercial com repercussão nacional Avon/Divulgação
A androginia do casal chamou a atenção do público e dividiu opiniões Foto: Avon / Divulgação

O comercial de um perfume está provando que a arte e a discussão de gênero podem estar em qualquer lugar: publicado na manhã de quarta-feira, 17 de agosto, o vídeo #Eu me Atraio, da marca de cosméticos Avon, já ultrapassou as 775 mil visualizações só em sua página no Facebook. Nas imagens, quem brilha é um joinvilense: o bailarino Alencar Reinhold Bräuer Neto, 22 anos, protagoniza uma coreografia de dança contemporânea com a modelo Jéssica Mara.

Na cena, o casal promove um jogo de sedução em um galpão e, por vezes, troca de papel, no sentido convencional: é ela quem suspende o bailarino em um movimento de dança e, por vezes, quem toma o controle da situação. Além disso, o vídeo chamou a atenção por ir contra os padrões de beleza comumente vistos em propagandas.

Jéssica, que é negra, tem a cabeça raspada e é mais alta do que Alencar, que é ruivo. Por isso, muitos espectadores ficaram em dúvida se o comercial apresentava um casal homossexual, já que nem mesmo os figurinos deixam claro o que é feminino e o que é masculino.

— Quem não conhece, fica na dúvida. Mas, por que precisa ser um menino e uma menina? Por que o homem precisa ser mais alto, em uma posição superior? Por que a menina tem que ter cabelos? — questiona Alencar.

O joinvilense é formado pela Escola do Teatro Bolshoi no Brasil e já havia feito alguns trabalhos como modelo para marcas como a Triton, mas atua mesmo como bailarino. Em 2014, ele recebeu uma bolsa de estudos para o programa de treinamento da companhia de dança Lamondance, no Canadá; e, entre 2015 e 2016, integrou a Alonzo King Lines Ballet Company, nos Estados Unidos.

Há cerca de dois meses, retornou ao Brasil e estava em São Paulo para uma aula teste com uma companhia de dança quando o contato para o comercial da Avon aconteceu.

— Eu estava saindo do metrô quando fui abordado por uma mulher que disse ser de uma agência de modelos e me deu um cartão. Eu até liguei, mas não recebi muita atenção — conta o jovem.

Logo depois, Alencar foi marcado em uma publicação no Facebook que divulgava os testes para o comercial e mandou o material fotográfico que já possuía. Aprovado na audição, passou três dias com a produção na semana passada. Foram dois dias para ensaiar a coreografia, criada por Renata Melo, e um dia de gravação.

— Nos explicaram que era para ser uma atuação fluída, delicada, mas que demonstrasse a atração que eles sentiam, um "se querendo" e depois "não querendo mais" — afirma Alencar.

Com a publicação do vídeo, o joinvilense está acompanhando a repercussão nas redes sociais. Como era esperado, há polêmica nos comentários, que dividem-se entre aqueles que amaram a iniciativa da marca — famosa por produções que provocam a reflexão sobre a identidade de gênero — e os internautas que não aprovaram a androginia dos protagonistas.

Alencar está em Joinville e participa nesta sexta-feira, 19 de agosto, de apresentações da Ama Cia. de Dança no projeto Sexta com Arte, na Escola Bolshoi. O grupo apresenta o espetáculo Literatura Encena, de Amarildo Cassiano, às 11h15 e às 17h15 na sala Agripina Vaganova, com entrada gratuita. A Escola Bolshoi fica no Centreventos Cau Hansen, na avenida José Vieira, 315.

Confira o vídeo::


 

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Feminismos 28/07/2016 | 10h

Catarinas: portal de notícias sobre questões de gênero é lançado em Santa Catarina

Curadoria de informações, produção de conteúdo regional e observatório dos debates públicos sobre gênero, feminismos e direitos humanos é a proposta do site

Direitos Humanos 28/04/2016 | 14h48

Catarinenses avaliam participação nas Conferências Conjuntas de Direitos Humanos em Brasília

Objetivo do evento é discutir novas políticas públicas para crianças e adolescentes, idosos, pessoas com deficiência e LGBTs

 

Siga npdalingua no Twitter

  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaE aí o @zcloficial resolve postar foto sem camisa... Só digo uma coisa... Tá longe de ser o #Zulu 😒 #npdl… https://t.co/gfxOTBcNrxhá 2 diasRetweet
  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaVai rolar uma "pegada made in roça" na @Fields_sc 😍 Mazahh, Loubet, tu não fica fazendo propaganda se não for entre… https://t.co/9j8n6OHJVuhá 3 diasRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros