Gene Wilder, o Willy Wonka clássico, morre aos 83 anos - Hora

Versão mobile

Obituário29/08/2016 | 17h07Atualizada em 29/08/2016 | 21h05

Gene Wilder, o Willy Wonka clássico, morre aos 83 anos

Ator sofreu com complicações do mal de Alzheimer


Gene Wilder em   A fantástica fábrica de chocolate (1971) Foto: Divulgação / David L. Wolper Productions

Gene Wilder, o ator que viveu o Willy Wonka clássico no filme A fantástica fábrica de chocolate (1971), morreu aos 83 anos. O sobrinho do ator disse nesta segunda-feira que ele faleceu neste mês em Stamford, Connecticut, devido a complicações do mal de Alzheimer. O artista já havia tratado um linfoma em 2000.

Leia também
José Mojica Marins cancela presença no Festival de Cinema de Gramado
Carolina Dieckmann é destaque no Festival de Cinema de Gramado

Assim que foi anunciada a morte de Gene Wilder, os obituários logo destacaram seu papel como Willy Wonka na versão de 1971 da fantasia A fantástica fábrica de chocolate. Justo, é um de seus grandes trabalhos, e costuma ser lembrado também em memes que circulam na internet com frases de efeito apontando contradições entre discurso e prática.

Mas Wilder tem um punhado de grandes filmes que o eternizaram como um dos grandes comediantes da história do cinema. Entre os filmes memoráveis que estrelou, estão os de sua parceria com o diretor Mel Brooks, em Primavera para Hitler (1968), sobre dois produtores picaretas da Broadway que tentam encenar propositalmente o pior musical de todos os tempos, o anárquico faroeste Banzé no oeste (1974), em que viveu um pistoleiro bêbado, e O jovem Frankenstein (1974), no qual encarnou um sobrinho do cientista criador do monstro repetindo a experiência do tio.

Wilder tinha a verve e a persona para compor tipos excêntricos e sarcásticos e era mestre em fazer rir com olhares tortos e sua voz suave soltando piadas mordazes escritas por mestres como Brooks - e também Woody Allen, diretor de Tudo que você sempre quis saber sobre sexo, mas tinha medo de perguntar (1972), longa em episódios em que interpretou um médico que se apaixona por uma ovelha.

Com o diretor Stanley Donen, Wilder deixou sua marca na fantasia O pequeno príncipe (1974), no papel da raposa que ensina ao menininho: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". Outros trabalhos importantes de Wilder foram ao lado do ator Richard Pryor, em O Expresso de Chicago (1976), Loucos de dar nó (1980), Cegos, surdos e loucos (1989) e Um sem juízo, outro sem razão (1991).

Quando o diretor Tim Burton anunciou a sua versão de A fantástica fábrica de chocolate, com Johnny Depp no papel que foi seu, Wilder, disse: "É um insulto". O último trabalho de Wilder como ator foi uma participação no seriado Will & Grace, entre 2002 e 2003 – no ano passado, emprestou sua voz para um personagem do programa infantil Yo gabba gabba!

Wilder também mostrou talento como diretor, assinando cinco filmes, entre eles O irmão mais esperto de Sherlock Holmes (1975) e o sucesso de bilheteria A dama de vermelho (1984), nos quais também atuou. Foi casado com a comediante Gilda Radner, que integrou a fase áurea do programa Saturday night live e morreu de câncer em 1989 - com ela estrelou Hanky Panky, uma dupla em apuros (1982), dirigido por Sidney Poitier. Desde 1991, Wilder estava casado com a designer e figurinista Karen Boyer.

Jerome Silberman, nome real do ator, nasceu na cidade de Milwaukee, nos Estados Unidos. O artista foi duas vezes indicado ao Oscar: de ator coadjuvante em Primavera para Hitler (1967) e de roteiro adaptado em O jovem Frankenstein (1974). Além disso, também recebeu duas indicações ao Globo de Ouro, pelos papéis em O expresso de Chicago (1976) e A fantástica fábrica de chocolate (1971).

Leia outras notícias em ZH


 

Siga npdalingua no Twitter

  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaE aí o @zcloficial resolve postar foto sem camisa... Só digo uma coisa... Tá longe de ser o #Zulu 😒 #npdl… https://t.co/gfxOTBcNrxhá 1 diaRetweet
  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaVai rolar uma "pegada made in roça" na @Fields_sc 😍 Mazahh, Loubet, tu não fica fazendo propaganda se não for entre… https://t.co/9j8n6OHJVuhá 1 diaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros