Lollapalooza 2017: venda de ingressos para o festival começará em 12 de setembro - Hora

Versão mobile

Data definida31/08/2016 | 14h51Atualizada em 31/08/2016 | 14h51

Lollapalooza 2017: venda de ingressos para o festival começará em 12 de setembro

Evento está marcado para 25 e 26 de março do ano que vem, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo

Lollapalooza 2017: venda de ingressos para o festival começará em 12 de setembro Cambria Harkey/Divulgação
Foo Fighters, do vocalista Dave Grohl, passou pela versão brasileira do festival Lollapalooza em 2012 Foto: Cambria Harkey / Divulgação

Os ingressos para a edição de 2017 do festival Lollapalooza começarão a ser vendidos em 12 de setembro, anunciou nesta quarta a produtora Time for Fun, responsável pelo evento. Marcado para os dias 25 e 26 de março de 2017, o festival vai acontecer no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O primeiro lote do Lolla Pass, passaporte que dá direito à entrada nos dois dias de evento, custa R$ 800 (o segundo lote terá preço de R$920). Os bilhetes individuais para cada um dos dois dias serão vendidos, em primeiro lote, a R$540 (o segundo lote deve sair por R$ 590).

Neste ano, o festival deve usar o AXE Lolla Cashless, uma pulseira que usa tecnologia RFID e garante ao usuário a entrada ao Autódromo e compra de comidas e bebidas (além dos demais serviços disponíveis no evento) de forma mais fácil. O artefato pode ser carregado antes do evento e recarregado no festival, com dinheiro e cartões de crédito e débito.

Atrações ainda não foram divulgadas, boatos dão conta de Strokes e Metallica

Ainda que a lista de atrações não tenha sido divulgada pela produção do festival, uma série de boatos e informações não-oficiais já dão conta de uma série de nomes que podem aparecer no line-up do Lollapalooza Brasil. 

Os nomes mais fortes, no momento, são os das bandas Metallica e Rancid, que já teriam assinado com o festival, de acordo com o jornal Destak. Uma das bandas mais importantes do heavy metal, o Metallica deve tocar também nas edições da Argentina e do Chile – como o contrato não seria exclusivo, a banda liderada por James Hetfield pode também fazer shows pelo Brasil, fora do festival. É possível que o Metallica venha ao Brasil com disco novo, que estaria em processo de produção.

Outra banda que pode pintar por aqui é o The Strokes. Nome importante do indie rock dos anos 2000, o grupo liderado por Julian Casablancas. O site Popload prevê que a vinda do Strokes para o Brasil pode trazer junto apresentações dos projetos solo de Julian Casablancas, como The Void, de Albert Hammond Jr., além dos projetos paralelos do guitarrista Nick Valensi, chamado CRX, e do baixista Nikolai Fraiture, o Summer Moon.

O mesmo site dá conta de que há mais atrações confirmadas para o festival: The Weeknd, nome artístico do canadense Abel Tesfaye, um dos maiores expoentes recentes do r'n'b, estaria acertado. Os veteranos do Duran Duran, banda clássica de pop eletrônico dos anos 1980, também estariam acertados para tocar no festival, além de shows em cidades como Brasília e Rio de Janeiro. 

Os também ingleses do The XX, expoente recente do indie rock, podem tocar no festival, também de acordo com o Popload. A vinda da banda também pode render uma discotecagem de Jamie XX na lista de atrações do festival. Há também a provável vinda de o grupo britânico Years & Years.

 

Siga npdalingua no Twitter

  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaMal a gente até entende... Agora, não vejo necessidade pra ficar com vergonha, côsalinda! O nude tava um arrazooooo… https://t.co/xvG7cxGdSFhá 4 horas Retweet
  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaAinda me esvaindo em lágrimas pela cena de #VelhoChico de ontem e me deparo com essa foto 😢😭 Assim não dá, Braseee… https://t.co/AJtCbmBLcIhá 7 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros