Audiência de Velho Chico cresce em SC após adoção de câmera subjetiva para "interpretar" Santo  - Hora

Versão mobile

TV30/09/2016 | 14h54Atualizada em 30/09/2016 | 15h01

Audiência de Velho Chico cresce em SC após adoção de câmera subjetiva para "interpretar" Santo 

De maneira geral, novela, que chega ao fim nesta sexta, manteve bom índice de audiência no Estado, com média de 36 pontos do Ibope

Audiência de Velho Chico cresce em SC após adoção de câmera subjetiva para "interpretar" Santo  Mauricio Fidalgo/TV Globo/Divulgação
História de amor entre Santo e Tereza emocionou o público Foto: Mauricio Fidalgo / TV Globo/Divulgação

A solução encontrada pela Globo para manter a história de Santo, após a morte de seu intérprete Domingos Montagner, intrigou e agradou aos catarinenses. Velho Chico teve um crescimento de audiência em Santa Catarina acima do esperado nesta última semana, chegando a 41,87 pontos, segundo dados do Ibope na Grande Florianópolis (única região do Estado em que há medição minuto a minuto nas TVs). O crescimento começou segunda-feira — primeiro dia em que a novela foi ao ar sem cenas do ator, que morreu afogado no Rio São Francisco em 15 de setembro.  Cada ponto de audiência equivale a 3.720 domicílios na região.

Família de Domingos escreve carta para elenco de "Velho Chico"
Atenção spoiler: saiba como será o último capítulo de Velho Chico

Desde segunda, uma câmera faz às vezes de Santo na novela. O recurso é chamada de subjetiva. Diferentemente da câmera objetiva, que apresenta os acontecimentos com neutralidade, a câmera subjetiva incorpora a própria visão de alguém. Pelas redes sociais, o público catarinense se emocionou com as cenas em que a família de Santo — especialmente a amada do personagem, Tereza (Camila Pitanga) — fala diretamente com a câmera.

De maneira geral, Velho Chico chega ao fim nesta sexta-feira, mantendo um bom nível de audiência em Santa Catarina. A novela teve média de 36,23 pontos do Ibope e 57, 52%  de de televisores ligados no canal no horário da novela (share).  O número fica abaixo da média de sua antecessora, A Regra do Jogo, que manteve 38,88 pontos. Ainda assim, Santa Catarina segue sendo o Estado com um dos melhores números de audiência de novela no Brasil proporcionalmente. Para se ter uma ideia, São Paulo manteve média de 35 pontos para Velho Chico.

Boa parte dessa discreta queda tem a ver com técnica escolhida para a novela. Elogiada pela crítica, Velho Chico apostou em elementos do cinema e de teatro para as gravações, brilhou com uma linda fotografia e imprimiu um ritmo mais lento para cenas, com diálogos longos, num horário em que o público estava acostumado com a intensidade hard core de novelas contemporâneas como A Regra do Jogo, Babilônia ou a inesquecível Avenida Brasil. É certo que parte do público não gostou ou não entendeu a proposta de Velho Chico.

O capítulo de maior audiência em Santa Catarina de Velho Chico foi em 09 de agosto, quando o Ibope registrou  44,49 ponto e 61,20% dos televisores ligados na novela. Este é o dia em que os personagens se dão conta do sumiço do personagem de Domingos Montagner. É aquela cena em que Tereza e Miguel (Gabriel Leone) encontram o cavalo de Santo à beira do Rio São Francisco todo ensanguentado. Ele tinha sofrido um atentado e sumido no rio, depois é socorrido por índios que salvam sua vida. Para efeito comparativo, o capítulo de maior audiência da antecessora A Regra do Jogo cravou 54,49 pontos do Ibope. Foi o penúltimo episódio que marcou o casamento dos protagonistas Romero (Alexandre Nero) e Atena (Giovanna Antonelli). É provável que o capítulo da noite desta sexta-feira, que promete um desfecho emocionante e homenagens ao ator morto, supere o de 09 de agosto e se torna a maior audiência de Velho Chico

Acompanhe as principais notícias de Entretenimento em SC

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros