Brasil Game Show: "A polêmica nos interessa também", diz Alessandra Koster, da Warner Games - Hora

Versão mobile

Videogame02/09/2016 | 12h07Atualizada em 02/09/2016 | 12h29

Brasil Game Show: "A polêmica nos interessa também", diz Alessandra Koster, da Warner Games

Para a gerente de marketing, discussões sobre a escolha de celebridades para dublar blockbuster lançam ainda mais luz sobre os jogos

Gustavo Brigatti / São Paulo

gustavo.brigatti@zerohora.com.br

Não existe publicidade ruim, a gente sabe. Quanto maior o burburinho, maior a curiosidade e mais atenção se ganha. É assim em qualquer setor da indústria do entretenimento e não seria diferente com videogames. Violência excessiva ou sexualização sempre ganham as manchetes, mas às vezes a polêmica vem por outros lados — como quando o universo dos pixels se choca com o das celebridades.

Leia mais
Blockbusters, independentes, quinquilharia nerd e o que mais a Brasil Game Show 2016 oferece
DIRETO DA BGS: mostrando apenas modo horda, "Gears of war 4" ainda não disse a que veio
Empresa gaúcha é a primeira a captar recursos do BNDES para games

Não é novidade, claro, mas a dublagem de jogos por gente famosa continua a render assunto e mexer com a comunidade gamer — comunidade essa que, ressalte-se, é bem maior e diversificada do que nos seus primórdios, mas que ainda reage com o estômago de quando em quando. O artifício é usado em qualquer tipo de jogo, de narradores e comentaristas célebres em jogos de futebol (Milton Leite é quem canta as jogadas no novíssimo PES 2017) a cantores e atores emprestando suas vozes a personagens de jogos de ação.

Em meados do ano passado, os lançamentos de Mortal kombat X e Battlefield hardline quase foram eclipsados pelas críticas à cantora Pitty e o cantor Roger Moreira, do Ultraje a Rigor — respectivamente Cassie Cage, uma lutadora do primeiro jogo, e Nick Mendoza o policial protagonista do segundo. Para Alessandra Koster, gerente de marketing da Warner Games, responsável pela distribuição dos dois jogos, vale a máxima da primeira frase deste texto.

— Cada jogo tem a sua estratégia, mas a polêmica pra gente é interessante também porque gera visibilidade — comenta.

Alessandra salienta, no entanto, o objetivo não é a polêmica pela polêmica. O vocalista do Ultraje a Rigor, ela garante, foi escolhido por ter perfil semelhante ao do personagem que dubla.

— A nossa estratégia continua sendo trabalhar com o que faz sentido naquele momento, para aquele jogo. Os jogos "Lego Star Wars", por exemplo, a gente conseguiu trazer os dubladores oficiais brasileiros dos filmes. Faz sentido, cria identificação com o público — diz, sem descartar o uso novamente de celebridades — Se fizer parte da nossa estratégia, vamos continuar trabalhando com pessoas que façam sentido pra gente.

ms -->
 

Siga npdalingua no Twitter

  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaQuem é mesmo que tá pra adoção?? E rola uma promoção tipo: adote um e leve os dois? #adote #umcachorro #eumboymagya https://t.co/0jVJGh4s1Jhá 9 horas Retweet
  • npdalingua

    npdalingua

    Na Ponta da LínguaCarlos Eduardo de terno preto em pleno sertão e não rola nem pizza embaixo do braço? #VelhoChico #redeglobohá 1 diaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros