Filmes para ver no fim de semana - Hora

Versão mobile

Dicas de TV24/09/2016 | 04h01Atualizada em 24/09/2016 | 04h01

Filmes para ver no fim de semana

Clássico de diretor sueco Ingmar Bergman e cinebiografia do estilista francês Yves Saint Laurent são destaques na programação


Liv Ullmann e Ingrid Bergman em "Sonata de outono" Foto: Personafilm / Divulgação

Sábado

SONATA DE OUTONO (Höstsonaten) — De Ingmar Bergman. Com Ingrid Bergman e Liv Ullmann. Em seu último trabalho no cinema – atuou depois no telefilme Golda (1982) –, a estrela sueca Ingrid Bergman foi dirigida pelo compatriota Ingmar Bergman neste que é um dos mais aclamados títulos do realizador. A trama investe em um dos temas diletos do diretor: uma família em crise promovendo um dilacerante acerto de contas afetivo. Ingrid uma famosa pianista clássica que colocou a família à sombra de sua carreira internacional. Ao visitar sua filha (Liv, uma das musas do diretor), após anos de ausência, encontra uma mulher emocionalmente fragilizada e ressentida com a negligência materna. A fotografia de Sven Nykvist explora nos closes das protagonistas toda a tensão do melancólico reencontro, que transcorre entre o afeto reprimido e a agressividade latente. A bela cena com mãe e filha ao piano tocando o Prelúdio número 2 em dó menor de Chopin sintetiza o abismo que se formou entre aquelas duas mulheres sentadas lado a lado. Drama, Suécia/França/Alemanha, 1978, 99min. Sábado, 16h

Leia todas as críticas e notícias de cinema em ZH

YVES SAINT LAURENT — De Jalil Lespert. Com Pierre Niney. O célebre estilista Yves Saint Laurent (1936 — 2008) foi personagem de dois bons filmes biográficos em 2014. Este é dedicado aos primeiros 20 anos de carreira de YSL, francês nascido na Argélia que começou a trabalhar no ateliê de Christian Dior em 1957, com menos de 18 anos. Com a morte de seu mentor, assumiu o comando criativo da maison e, aos 21 anos, tornou-se a grande sensação do mundo da moda com suas criações revolucionárias. Em paralelo, a trama destaca as turbulências emocionais de YSL potencializadas pela dependência de álcool e drogas e seu relacionamento amoroso com Pierre Bergé (Guillaume Gallienne), empresário que passa a administrar sua carreira. Drama, França/Bélgica, 2014, 106min. Telecine Cult, 22h

O DIÁRIO DE BRIDGET JONES (Bridget Jones's diary) — De Sharon Maguire. Com Renée Zellweger, Colin Firth e Hugh Grant. A adaptação do livro homônimo figura entre as mais estimadas comédias românticas dos anos 2000. Conta a história de uma mulher de 32 anos que decide ter maior controle sobre sua vida, resolução que se complica quando ao ficar dividida entre dois homens, um deles o seu chefe. Ganhou uma continuação, Bridget Jones: No limite da razão (2004), que será exibida na sequência, às 20h — e quinta próxima chega aos cinemas O bebê de Bridget Jones. Comédia romântica, Reino Unido/França/EUA, 2001, 97min. Telecine Touch, 18h05min

ATRAÇÃO FATAL (Fatal attraction) — De Adrian Lyne. Com Michael Douglas e Glenn Close. A traição em um relacionamento costuma iluminar questões afetivas, morais e, no caso desse filme, também lançar o risco físico. Aproveitando uma viagem de sua mulher, advogado envolve-se com outra. Mas essa amante mostra ser uma psicopata perigosa ao ser rejeitada – abordagem que lançou sobre o longa a pecha de machista e misógino. Drama, EUA, 1987, 95min. RBS TV, 2h10min

Leia mais notícias sobre televisão

Domingo

TUDO SOBRE MINHA MÃE (Todo sobre mi madre) — De Pedro Almodóvar. Com Cecilia Roth. Este que é um dos melhores trabalhos do cineasta espanhol Pedro Almodóvar alcançou grande consagração internacional: ganhou o Oscar e o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro e o prêmio de direção no Festival de Cannes. Cecilia Roth vive uma mãe traumatizada pela morte do filho. Decidida a encontrar o pai do rapaz, a protagonista se lança em uma grande jornada viajando de Madri a Barcelona. Drama, Espanha/França, 1999, 101min. Drama, Espanha/França, 1999, 101min. Telecine Cult, 20h

CAFÉ DA MANHÃ EM PLUTÃO (Breakfast on Pluto) – De Neil Jordan. Com Cillian Murphy. Realizador de obras marcantes como Traídos pelo desejo (1992) e Nó na garganta (1997), Jordan apresenta aqui um personagem fascinante: Patrick Braden é uma travesti que cresce por entre momentos emblemáticos da história britânica (do conflito entre católicos e protestantes à efervescência da música pop). Abandonado bebê em uma pequena cidade irlandesa, o rapaz desconfia que é filho do padre local (Liam Neeson) e decide partir para a Londres do começo dos anos 1970 em busca de sua mãe, jornada narrada como um conto de fadas. Drama, Irlanda/Reino Unido, 2005, 129min. Max, 14h45min

DIÁRIO DE UMA PAIXÃO (The notebook) — De Nick Cassavetes. Com Ryan Gosling, Rachel McAdams, Gena Rowlands e James Garner. A melhor adaptação que um best-seller de Nicholas Sparks já ganhou no cinema é assinada pelo filho do grande cineasta John Cassavetes e da atriz Gena Rowlands. Driblando o tom do melodrama lacrimoso característico dos filmes derivados dos livros de Sparks, o resultado é uma delicada trama ambientada em dois tempos. No presente, uma senhora senil internada num asilo ouve a história narrada pelo amigo que a visita, sobre dois jovens que viveram uma conturbada paixão às vésperas da II Guerra Mundial. Drama, EUA, 2004, 123min. HBO Family, 0h15min

ILHA DO MEDO (Shutter island) — De Martin Scorsese. Com Leonardo DiCaprio. Na afinada parceria entre Scorsese e DiCaprio — a mais recente foi em O lobo de Wall Street —, este foi o filme que menos deu liga. Mas eles se empenham para fazer andar a trama sobre um policial que, ao investigar o misterioso desaparecimento de uma mulher numa clínica psiquiatra, começa a percorrer os labirintos de sua própria sanidade. Suspense, EUA, 2010, 138min. RBS TV, 1h10min

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros