Famosas corujinhas criadas por Luciano Martins viram série de TV e serão exibidas no canal Disney Jr.  - Hora

Versão mobile

Fofuras!27/10/2016 | 15h11

Famosas corujinhas criadas por Luciano Martins viram série de TV e serão exibidas no canal Disney Jr. 

Animação, voltada a crianças de zero a 5 anos, tem estreia prevista para 2018 em toda a América Latina

Famosas corujinhas criadas por Luciano Martins viram série de TV e serão exibidas no canal Disney Jr.  reprodução/Reprodução
Bubu e as Corujinha Foto: reprodução / Reprodução

Primeiro, foi a febre das corujinhas, estampadas em todo tipo de produto. Elas caíram no gosto de crianças e adolescentes (e muito adulto também) e agora, de tanto sucesso, os bichinhos criados pelo artista Luciano Martins para a franquia catarinense Uatt? irão para a TV. A Disney Junior comprou o direito de exibição da série animada Bubu e as Corujinhas para toda a América Latina. A primeira temporada está sendo produzida por um time criativo de Santa Catarina e tem roteiro assinado por Marcela Catunda, roteirista do Peixonata e Show da Luna. A estreia será em 2018.

As corujinhas fizeram um caminho inverso — geralmente um personagem fica famoso primeiro na TV ou no cinema para depois cair nos braços dos consumidores como produto.

— É um personagem que já tem sucesso. Passou a ter nome, família. Fizemos testes de animação e apresentamos na Rio Content Market, encontro de negócios entre produtores independentes e profissionais de televisão. A Disney adorou o projeto e em pouco tempo estava assinado o contrato — conta Arthur Nunes, produtor que codirigiu Minhocas (2013), primeiro filme em stop motion do Brasil, também produzido em Santa Catarina.

Ele assina a direção da série e seu estúdio, Plot Kids, de Florianópolis, a produção executiva. A Belli Studio, de Blumenau, fará a animação. Outros artistas de Santa Catarina estão envolvidos: o pianista Luiz Gustavo Zago e o músico Luiz Barboza Neto, responsáveis pelo conceito sonoro. Estão previstos ainda a criação de espetáculos musicais e jogos.

— Ser selecionado pela Disney é uma validação da ideia de conteúdo e produto. Nunca é possível saber onde acertamos com um personagem. Você segue algumas tendências, mas o público infantil é o mais aberto à inovação — comenta Nunes.

A Corujinha Bubu Foto: reprodução / Reprodução

No roteiro criado por Marcela Catunda, as corujinhas são filhotes que vivem a descoberta da floresta e das estações do ano. A família é formada pelo casal Coruja e seus três filhotes: Bubu, Biel e a caçulinha Bonie. A série tem como público alvo crianças de zero a 5 anos.

R$ 4,5 milhõesde investimento 

A personagem corujinha nasceu da necessidade de ilustrar produtos da Uatt!, empresa de presentes criativos. A primeira foi criada pelo artista radicado em Florianópolis Luciano Martins e lançada há cinco anos. hoje é um dos principais produtos da marca.

— Hoje elas são vendidas para 9 milhões de pessoas por mês em todo o Brasil. Esse é um projeto de R$ 4,5 milhões, e a Uatt? abriu uma nova empresa, a Up! Licensing para licenciamento de produtos e para lançar a série — diz Jake Neto, gerente de marketing da Up!.

Nesse caminho outras ideias saíram do papel, como o aplicativo Toca da Bubu, disponível para iOS e Android. 

Para Luciano Martins, a série é a realização de um sonho antigo, dos tempos de criança:

— Quando era pequeno sonhava fazer história em quadrinhos.

Ele conta que os desenhos não tinham sido criados para serem animados. Tinham a estética de cores, o olhar vesgo e hipnótico, mas as corujinhas não tinham asas e nem pés.

Família Coruja - Da esquerda para direita estão os três filhotes, a caçula Bonie, Biel e Bubu, ao lado o papai e mamãe Coruja  Foto: reprodução / Reprodução

Conheça o enredo da série

Na cidade de Los Arboles, no bairro de Galhos Altos, em uma das grandes árvores do Condomínio Floresta, mora a Família Coruja, proprietária do galho 18A, face Sul, na Sequoia mais alta da região. 

A Família é formada pelo casal Coruja e seus três filhotes: Bubu, Biel e a caçula Bonie. Bubu e Biel são apenas um ninho mais velhos que Bonie, mas eles já se acham bem maiores que ela.

A cada episódio o trio irá se deparar com uma descoberta, de uma pequena semente caída no chão a um enorme bicho preguiça, e procurar parte das respostas interagindo com invenções e brincadeiras.

A primeira temporada terá 26 episódios.

Leia também
Dia Internacional da Animação: programação tem cinema, cursos e palestras
Editora catarinense Insular é finalista do Prêmio Jabuti

As principais notícias de Cultura e Entretenimento em SC você lê aqui.


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros