Gilberto Gil ganha liminar em caso de notícia falsa - Hora

Versão mobile

Processo judicial28/12/2016 | 16h05Atualizada em 28/12/2016 | 16h05

Gilberto Gil ganha liminar em caso de notícia falsa

Facebook e o sites Rede Pensa Brasil e Folha Digital vão tirar links do ar

Gilberto Gil ganha liminar em caso de notícia falsa Mattoso & Vinícius/Divulgação
Foto: Mattoso & Vinícius / Divulgação

O Facebook e o sites Rede Pensa Brasil e Folha Digital terão que retirar do ar links com falsa entrevista em que Gilberto Gil critica o juiz Sérgio Moro e defende o ex-presidente Lula de acusações na Lava Jato. Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Justiça determinou a retirada do material online na última sexta-feira.

Leia mais:
Filme sul-coreano "Invasão zumbi" inova ao misturar terror com drama
Programa Clube do Chaves vai reestrear no SBT

Na liminar, o Tribunal de Justiça do Rio também obriga o Facebook a dar mais informações sobre Hernandes dos Reis, autor dos comentários racistas sobre Gil na rede social. O homem xingou o artista de "macaco filho da puta". O escritório de advogados Souto Correa, que representa Gil, irá mover uma nova ação contra esse usuário.

Gil diz que jamais concedeu entrevista aos sites citados no processo.

Leia outras notícias de entretenimento e cultura em ZH 

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros