"Romeo et Juliette": ópera baseada no obra de Shakespeare terá única apresentação em Florianópolis - Hora

Versão mobile

Sábado cultural16/12/2016 | 14h29Atualizada em 16/12/2016 | 14h33

"Romeo et Juliette": ópera baseada no obra de Shakespeare terá única apresentação em Florianópolis

Montagem da tradicional cia O Dromedário Loquazterá com solistas, coro e acompanhamento com piano e violoncelo

"Romeo et Juliette": ópera baseada no obra de Shakespeare terá única apresentação em Florianópolis Rafael Duvanel/Divulgação
Amor proibido tem final diferente mas igualmente trágico na versão operística Foto: Rafael Duvanel / Divulgação

Baseada no clássico de Shakespeare, a ópera Romeo et Juliette terá apresentação única neste sábado no Teatro Ademir Rosa (CIC), em Florianópolis. A montagem é da tradicional companhia da Capital O Dromedário Loquaz, que fez uma versão reduzida da obra do compositor francês Charles Gounod (1812 - 1893) com solistas, atores, coro e acompanhamento de piano e violoncelo. A ópera é cantada em francês, com legendas em português.

— O libreto é todo inspirado em Romeu e Julieta. Mas embora em Shakespeare os amantes não se encontrem vivos, na ópera Gounod promove a despedida, antes da morte de Romeu. É ainda mais dramático — conta Sulanger Bavaresco, diretora cênica.

O espetáculo estreou em setembro passado no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC) e faz parte da comemoração dos 36 anos de criação do grupo. Coincide também com as homenagens mundiais pelos 400 anos da morte do dramaturgo inglês.

Pianista Eugênio Menegaz  e a violoncelista Ana Clavijo fazem o acompanhamento do espetáculo Foto: Rafael Duvanel / Divulgação

— É uma montagem enxuta, porque nosso maior interesse é a simplificação. É tornar a ópera uma obra acessível para o público que ainda não conhece o gênero — ressalta Sulanger.

Em vez de quase três horas, como o original, a versão reduzida terá 80 minutos. A soprano Alicia Cupani (Juliette) e o tenor Thompson Magalhães (Romeo), artistas de reconhecida e premiada trajetória em Santa Catarina, serão acompanhados do pianista Eugênio Menegaz e da violoncelista Ana Clavijo.

Os atores Sergio Bellozupko e Márcia Krieger interpretam, respectivamente, os papéis de Frei Lourenço e Ama de Julieta. Atuando como testemunhas e cúmplices dos amantes, eles trazem elementos narrativos que funcionam como fios condutores ao entendimento do público.

A primeira apresentação de Romeo et Juliette foi em 1867, com música de Charles Gounod e libreto de Jules Barbier & Michel Carré. Conta a história de amor proibida entre dois herdeiros de famílias rivais.

A soprano Alicia Cupani (Juliette) e o tenor Thompson Magalhães (Romeo), os atores Sergio Bellozupko e Márcia Krieger também fazem parte do elenco Foto: Rafael Duvanel / Divulgação

Teatro & Ópera

Desde 2006 o grupo O Dromedário Loquaz flerta com o gênero ópera, a partir da montagem do espetáculo Imagens de Ópera, ainda parte do repertório. Ao longo de 2016, a companhia realizou uma série de projetos envolvendo música e teatro, como as Árias Públicas, apresentadas no espaço urbano.  Também em maio deste ano, em parceria com a Harmonia Lyra, de Joinville, apresentou a montagem de La Traviata.

— Ópera é um espetáculo pleno, em que todas as artes transitam juntas. É uma obra completa — conclui Suanger Bavaresco.
 

Foto: Rafael Duvanel / Divulgação

AGENDE-SE

O quê: Romeo et Juliette – Ópera de Charles Gounod, por O Dromedário Loquaz
Quando: sábado, 21h
Onde: Teatro Ademir Rosa, no CIC (Av. Irineu Bornhausen, 5.600, Agronômica, Florianópolis)
Quanto: R$ 40 / R$ 20 (meia) — plateia superior; R$ 50 / R$ 25 (meia) — plateia inferior. Sócios do Clube do Assinante têm 20% de desconto. À venda na bilheteria dos teatros do CIC, Pedro Ivo e Álvaro de Carvalho e via Blueticket
Informações: (48) 3664-2628


 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros