Com Juliana Paes, "Dois Irmãos" estreia nesta segunda na RBS TV - Hora

Versão mobile

Após "A Lei do Amor"09/01/2017 | 06h02Atualizada em 09/01/2017 | 06h02

Com Juliana Paes, "Dois Irmãos" estreia nesta segunda na RBS TV

Adaptação do premiado romance de Milton Hatoum, minissérie terá 10 capítulos com a história da rivalidade entre os gêmeos Omar e Yaqub

Com Juliana Paes, "Dois Irmãos" estreia nesta segunda na RBS TV tv globo/Divulgação
Juliana Paes e os gêmeos Enrico e Lorenzo Rocha, que interpretam os irmãos Yaqub e Omar quando crianças  Foto: tv globo / Divulgação
Alexandre Lucchese

Um dos mais importantes romances da literatura brasileira dos últimos 20 anos ganhará vida a partir de hoje. Na RBS TV, às 22h15min, após a novela A Lei do Amor, estreia a série Dois Irmãos, adaptação do livro homônimo de Milton Hatoum. A história de rivalidade entre os gêmeos Omar e Yaqub, protagonistas dessa narrativa do escritor amazonense, já conquistou importantes prêmios literários e foi transposta para o teatro e os quadrinhos. No entanto, Hatoum avalia que a série marcará de modo definitivo o modo como sua obra será lembrada:

– Daqui por diante, meu livro será sempre associado a esse trabalho.

Público é quem ganha na briga entre HBO e Netflix
"The OA": ótimo elenco e mistério seguram espectador na nova série da Netflix 
"Me libera nega": Caetano Veloso faz versão de hit de MC Beijinho, conhecido por cantar ao ser preso

Não é para menos. Além de ocupar horário privilegiado na maior rede de TV do país, Dois Irmãos conta com uma equipe que alia nomes respeitados pela crítica e conhecidos pelo público. Interpretando Omar e Yaqub adultos está o galã Cauã Reymond, que tem afirmado em entrevistas que este é o seu trabalho de maior carga dramática. Também compõem o elenco Juliana Paes, Eliane Giardine, Antonio Calloni, Antonio Fagundes, entre outras estrelas. Já a direção é de Luiz Fernando Carvalho, que também adaptou Dom Casmurro, de Machado de Assis, para a televisão, e Lavoura Arcaica, de Raduan Nassar, para o cinema.

– Topei tudo isso porque conhecia o trabalho do Luiz Fernando. Só vi um capítulo da série, ainda não finalizado, e fiquei impactado. É um trabalho de altíssimo nível – diz Hatoum.

Na trama, os gêmeos disputam desde cedo a atenção dos pais, Halim (Antonio Caloni/Antonio Fagundes) e Zana (Juliana Paes/Eliane Giardini), e, posteriormente, o amor da jovem Lívia (Monique Bourscheid/Bárbara Evans). Quem narra a história, transcorrida entre as décadas de 1910 e 1960, é Nael (Irandhir Santos), filho de uma indígena que trabalha para a família dos dois gêmeos, família esta composta por descendentes de libaneses migrados para o Amazonas.

Apesar da exuberância amazônica estar presente na série, com cenas da floresta e do Rio Negro, o que deve impactar mesmo o público é o trabalho dos atores – mais da metade das cenas registra a intimidade da família protagonista em seu sobrado. Os escolhidos pelo diretor para o elenco passaram por três meses de preparação antes das gravações, que duraram outros três meses. Reymond literalmente deu sangue: em uma das cenas, sofreu um acidente e precisou tomar quatro pontos na mão direita.

Hatoum revisou o roteiro, criado por Maria Camargo, a mesma da série Correio Feminino, adaptação da obra de Clarice Lispector. Há mais de 10 anos, Maria alimentava o sonho de roteirizar Dois Irmãos para o cinema, mas o projeto não se viabilizou. A ideia foi retomada em 2009, quando Carvalho a procurou, pois, coincidentemente, pensara em realizar um projeto audiovisual a partir do livro.

Ao longo de anos de pesquisa e escrita do roteiro, Maria afirma que sua maior dificuldade foi trabalhar com o grande arco da narrativa. Porém, a roteirista avalia que a passagem temporal é também uma das grandes forças da obra de Hatoum. Com a sucessão das décadas, Manaus vai se transformando, assim como tantas outras cidades brasileiras, impactada pelas mudanças sociais e políticas do país.

– No começo do história, a capital do Amazonas é uma cidade idílica, com mangueiras, igarapés. Já no final, os locais nos quais as crianças se banhavam se tornaram esgoto, e a arquitetura antiga foi destruída. Yaqub é o representante do progresso. Está sempre falando no futuro, construindo prédios, mas não se sabe muito bem em nome do que esse progresso está a serviço; enquanto Omar é puro instinto – analisa Maria. 

DOIS IRMÃOS
Minissérie em 10 capítulos, com exibição de segunda a sexta-feira, depois da novela A Lei do Amor. Na RBS TV


 
 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros