"Eu acho que meu nome tá na lista vip": Veja como foi a festa secreta da Skol em Florianópolis - Hora

Versão mobile

Só para convidados21/01/2017 | 22h51Atualizada em 22/01/2017 | 16h28

"Eu acho que meu nome tá na lista vip": Veja como foi a festa secreta da Skol em Florianópolis

Sunset no Cacupé reuniu 400 convidados em uma balada open bar

"Eu acho que meu nome tá na lista vip": Veja como foi a festa secreta da Skol em Florianópolis Yasmine Holanda Fiorini / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Yasmine Holanda Fiorini / Agência RBS / Agência RBS

"O nome tá na lista então é só chegar, arrasei meu look sei que vou causar". O show da Karol Conka em Florianópolis só é neste domingo (22), mas a letra de Lista Vip tem tudo a ver com a festa secreta da Skol, que rolou no sunset de sábado, em Floripa. A balada, fechada para 400 convidados da marca, foi na Casa Conceito Cacupé.

Quem recebeu o convite por whats  só sabia de uma coisa: a festa começaria por volta das 15h e o ponto de encontro era no estacionamento de um condomínio no bairro. Até pensei que seria ali mesmo, mas uma van apareceu e levou todo mundo para a Casa Conceito, espaço de eventos com uma baita vista para o mar. Ah, a gente também sabia que seria open bar.

Já na van tinha gente perguntando se as bebidas iriam começar a ser servidas ali mesmo. Um rapaz com uma camiseta amarela da marca desconversou, mas logo em seguida começou a passar num telão um vídeo do ator e cantor Thiago Martins convidando a galera para começar a beber. Todo mundo ganhou uma latinha e um copo e ficou feliz.

O DJ tocava em cima de uma estrutura montada dentro da piscina Foto: Yasmine Holanda Fiorini / Agência RBS

Não é a primeira festa do tipo na Capital. Em novembro de 2015, a Corona promoveu um sunset bombado em uma mansão na Lagoa da Conceição - eu estava lá e posso afirmar que foi épico, uma das melhores festas que já curti. Já no Carnaval 2016, foi a vez da Skol promover uma no mesmo formato, no LIC, também na Lagoa. A principal diferença entre aquela e a baladinha deste sábado foi o modo como os VIPs foram convidados. No Carnaval, embaixadores (pessoas conhecidas da noite na Ilha) ficaram com a tarefa de convidar pessoas legais. Desta vez, como a festa seria menor, quem ficou com o cargo foi a assessoria de imprensa, produtores e até próprio DJ Anão, que tocou na festinha.

Good vibes define Foto: Yasmine Holanda Fiorini / Agência RBS

A estratégia funcionou: a festa tinha gente de diferentes estilos e astrais, e não apenas aquelas figurinhas carimbadas que a gente encontra em todas as baladas da Ilha. O pessoal só demorou para se soltar - o negócio só foi bombar mesmo depois das 18h30min. A playlist estava ótima. Tanto o DJ Júnior Ramos como o Anão animaram o pessoal com hits deste e de outros verões (tocou até Black Eyed Peas, saudades).

Com a chegada da noite (o pôr do sol foi incrível) e com as doces (e perigosíssimas) Skol Beats batendo nos estômagos vazios, os convidados se soltaram de vez. A pistinha montada ao redor da piscina encheu e as good vibes tomaram conta. Quem ainda tinha pique sobrando pôde emendar uma segunda baladinha, já que a festa acabou às 22h. Viva o verão, e que venha o Carnaval!

Sunset no Cacupé é um dos mais lindos da Ilha, vai dizer Foto: Yasmine Holanda Fiorini / Agência RBS

Leia mais:
Karol Conka, atração do Floripa Tem no domingo, fala sobre feminismo, sexo oral, fãs e autoajuda

Criolo fala sobre nova versão de "Ainda há tempo", álbum relançado com a retirada de versos machistas 

Carnaval 2017: Primeira noite de shows em Florianópolis terá Ludmilla e MC Koringa

 
Hora de Santa Catarina
Busca