Passarela Nego Quirido ainda precisa de ajustes para desfile das escolas de samba no Carnaval 2017 - Hora

Versão mobile

Florianópolis23/02/2017 | 16h00Atualizada em 23/02/2017 | 18h28

Passarela Nego Quirido ainda precisa de ajustes para desfile das escolas de samba no Carnaval 2017

Alvará do Corpo de Bombeiros está pendente

Passarela Nego Quirido ainda precisa de ajustes para desfile das escolas de samba no Carnaval 2017 Cristiano Estrela/Agencia RBS
Algumas janelas do prédio Nega Tide, que abriga os camarotes, precisam ser consertadas Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS

Faltando pouco mais de 48 horas para o desfile das escolas de samba, que acontece às 20h do próximo sábado, a Passarela Nego Quirido, em Florianópolis, ainda precisa de reparos. Nem mesmo o mutirão convocado pelo prefeito Gean Loureiro (PMDB) há duas semanas deu conta de deixar tudo pronto com antecedência. O alvará para funcionamento concedido pelo Corpo de Bombeiros, por exemplo, ainda está pendente. 

Conforme o colunista do Diário Catarinense Rafael Martini, há lixo acumulado, vidros quebrados, banheiros sujos e sem água no prédio Nega Tide, que abriga os camarotes. A Liga das Escolas de Samba de Florianópolis (Liesf) nega as acusações e garante estar trabalhando em regime de plantão para finalizar a reforma. 

— A obra está em andamento há mais de uma semana. Não existe lixo. Foi feita a limpeza com mangueira. Já tem água, tem tudo. O prédio está totalmente revitalizado, assim como o entorno. A pista está branca de pintura e limpa. Estamos agora estruturando e montando a aparelhagem de som — explicou o assessor de comunicação da Liesf, Vandrei Bion. 

Questionado sobre o prazo apertado, o representante das escolas de samba da Grande Florianópolis lembra que todo ano é assim, mas promete que não haverá prejuízos. 

— O Carnaval vai acontecer contra tudo e contra todos. As vendas de ingressos para arquibancadas e camarotes estão crescendo. 

Alvará pendente

A administração pública de Florianópolis, por sua vez, diz que "uma força tarefa de 20 homens já está trabalhando na organização e limpeza para os desfiles". A nota enviada pela assessoria de imprensa ainda lembra que "toda a parte hidráulica e elétrica está feita, segundo o Secretário de Turismo, Vinícius De Lucca Filho, que garante que tudo estará 100% até os desfiles".

Questionada sobre os vidros quebrados e a ausência de alvará do Corpo de Bombeiros, a prefeitura diz que as questões serão resolvidas até a manhã de sexta-feira. No entanto, os Bombeiros não têm como afirmar que o alvará será emitido na data proposta. 

— A análise do projeto será finalizada até o fim da tarde. Podem ser necessárias alterações, então devolvemos ao engenheiro responsável, que deve nos devolver amanhã de manhã para aprovação. Uma vez aprovado, fazemos vistoria para confrontar. Estando em conformidade, emitimos o alvará de funcionamento — explica o coronel do 1º Batalhão, Helton de Souza Zeferino.

Apesar de não saber informar se há tempo hábil para o procedimento, o bombeiro lembra que, historicamente, são necessárias pequenas correções em projetos na passarela. 

— Dependendo do interesse da parte envolvida, é viável o envio do alvará. O problema ali é furto de materiais, como extintores e de iluminação. Então basta que a prefeitura reponha, como sempre faz às vésperas do Carnaval.

Leia também: 
Confira a programação dos blocos de rua da Grande Florianópolis
Confira os horários de ônibus em Florianópolis durante o Carnaval 
Veja a programação do Carnaval 2017 em Santa Catarina
Leia todas as notícias sobre o Carnaval 2017
Confira a previsão do tempo para o Carnaval em Santa Catarina

cms -->
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros