"Aquarela do Contestado" conta em música e poesia a história sangrenta da Guerra do Contestado - Hora

Versão mobile

A voz do sangue03/03/2017 | 03h00Atualizada em 03/03/2017 | 03h00

"Aquarela do Contestado" conta em música e poesia a história sangrenta da Guerra do Contestado

Espetáculo musical leva obra do folclorista Vicente Telles para o palco em show com direção de Guinha Ramires neste fim de semana no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis

"Aquarela do Contestado" conta em música e poesia a história sangrenta da Guerra do Contestado Emílio Guerreiro/Divulgação
Vicente Telles, Vicente de Paula Telles e a cantora Nancy Lima  Foto: Emílio Guerreiro / Divulgação

— O que sei, não aprendi nos livros. Mas com a linguagem errada do caboclo dizendo a coisa certa.

Desde os anos 70, quando voltou para o meio-oeste catarinense depois de 25 anos afastado da terra natal, o pesquisador, folclorista e músico Vicente Telles, 85, tem se dedicado a jogar luz sobre a história de um dos maiores genocídios do Brasil, o Contestado. Para ele, só a arte é capaz de transmutar o legado perverso de uma guerra e é isso que faz Aquarela do Contestado, espetáculo de música e poesia baseado na obra de Telles e que estreia neste sábado e domingo no Teatro Pedro Ivo, em Florianópolis. A direção musical é de Guinha Ramires e as apresentações são gratuitas.

Carregado de lirismo e baseado nos ritmos e nos costumes dos caboclos, como o chamamé, o vanerão, o xote e o bugio, o show exalta personagens fictícios e históricos em jogos de sombras, projeções e luz.

O espetáculo foi composto em parceria com o filho, o músico Vicente de Paula Telles, e traz entre as vozes a cantora Nancy Lima. A adaptação para os palcos ganhou o reforço de Guinha Ramires na direção musical, da Hedra Rockenbach na direção de palco e som, do ator e diretor Nazareno Silva no roteiro, e do músico e produtor Nani Lobo na produção musical. A Orth Produções assina a direção geral.   Um conjunto de sopros, percussão e cordas compõem a narrativa musical da história de uma família cabocla tragada para a tragédia da guerra.

O embrião do projeto, segundo Telles, começou na infância sufocada pela memória dos mais velhos. Ele lembra que era proibido falar sobre o assunto. Nascido em Irani e neto de um caboclo que combateu ao lado do Exército Encantado, liderado pelo monge José Maria, Vicente compôs a obra inspirado na batalha que desencadeou a guerra, em 22 de setembro de 1912.

— Aquarela é fruto de uma sequência de pesquisas. Eu dava aulas e palestras sobre o Contestado, e comecei a juntar música e teatro para contar essa história — conta o folclorista.

Vicente Telles percorreu toda a região do conflito e, munido com um acordeão, venceu o silêncio dos que tinham medo de cantor. Nas canções, canta tragédia humana da guerra e exalta o espírito solidário dos caboclos, o modo de vida simples e denuncia as injustiças.

Foto: Emílio Guerreiro / Divulgação

— Com a nossa aquarela, queremos mostrar a dor e a vez daqueles que não tiveram voz. Essa é a voz do sangue que fala. Se a arte não está compatível com a dignidade dessa história, tem aqui um fragmento caboclo para contribuir. A verdade é a primeira vítima da história — conclui Telles.

O projeto ganhou forma em 2016, pelo estímulo do jornalista e pesquisador Moacir Pereira, autor do livro Vicente Telles: O Mensageiro do Contestado (Editora Insular, 2016) e foi viabilizado com recursos da Fundação Catarinense de Cultura (FCC) e da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esportes.

AGENDE-SE

O quê:
Aquarela do Contestado
Quando: sábado, às 20h30min, e domingo, às 20h
Onde: Teatro Pedro Ivo (Rod. SC 401, 4.600, Saco Grande, Florianópolis)
Quanto: gratuito (podem ser retirados dois ingressos por pessoas nas bilheterias dos Teatros Pedro Ivo, Álvaro de Carvalho (TAC) e do Centro Integrado de Cultura (CIC)
Informações: (48) 3665-1630

Leia também
Roger Hodgson e oito shows nacionais para curtir em março em Santa Catarina
Festival Lume de Cinema apresenta 10 longas em Florianópolis e Bal. Camboriú

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros