Justiça nega pedido de Dado Dolabella para não pagar despesas em ação contra ex - Hora

Versão mobile

 

Vai ter que desembolsar21/06/2018 | 15h14Atualizada em 21/06/2018 | 15h14

Justiça nega pedido de Dado Dolabella para não pagar despesas em ação contra ex

Ator diz que tem renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil e, por isso, não poderia arcar com custos

Justiça nega pedido de Dado Dolabella para não pagar despesas em ação contra ex Instagram/Reprodução
Foto: Instagram / Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

A Justiça do Rio de Janeiro negou o pedido de gratuidade de Dado Dolabella no processo judicial envolvendo o ator e a ex-mulher e publicitária Viviane Sarahyba. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, no pedido, que já havia sido negado em primeira instância pela Justiça, o ator afirma que tem renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil e, por isso, não poderia arcar com custos como pagamentos de taxas e demais despesas processuais. Cabe recurso da decisão.

O processo é de 2014, quando o ator foi condenado a 2 meses e 15 dias de prisão, em regime aberto, por injúria e dano, após xingar e escrever palavras ofensivas no carro da ex-mulher. A pena foi convertida em serviços comunitários e no comparecimento mensal em juízo para informar e justificar suas atividades. Dolabella também precisava avisar quando fosse deixar o Rio, além de participar de um grupo reflexivo para homens sobre situações de violência doméstica e familiar contra a mulher. 

Em fevereiro deste ano, o ator foi preso após a 1ª Vara da Família, da Barra da Tijuca do Rio, expedir mandado de prisão por falta de pagamento de pensão alimentícia. Após cumprir dois meses de prisão, o ator foi solto no dia 6 de abril. De acordo com a polícia, ele devia R$ 196 mil de pensão ao filho que teve com Fabiana Vasconcelos Neves. 

Essa foi a segunda vez que o artista foi preso pela mesma dívida com Fabiana Vasconcelos Neves, a mãe da criança. Em agosto de 2017, Dolabella foi preso no Rio por não pagar mais de R$ 190 mil em pensão atrasada, mas foi liberado no dia seguinte.

E a ficha do ator não para por aí. Condenado em 2014 pela Lei Maria da Penha por agredir em 2008 em uma boate no Rio a atriz Luana Piovani, sua namorada à época, e a camareira dela, o artista pegou pena de 2 anos e 9 meses em regime aberto por danos morais.

Dolabella é pai de três filhos, fruto dos seus relacionamentos com a produtora Juliana Wolfer, a publicitária Viviane Sarahyba e Fabiana Vasconcelos Neves.   

Acompanhe notícias da Grande Florianópolis

Leia também:

Defesa de acusado de matar transexual nos Ingleses alega insanidade mental de réu

Acusado de assassinato no Mercado Público vai a julgamento nesta quinta-feira

Barra da Lagoa, em Florianópolis, recebe a quinta edição da Festa da Tainha

Jogos do Brasil alteram prestação de alguns serviços em Florianópolis. Confira

 
Hora de Santa Catarina
Busca