Ator Emilio Dantas, o Beto Falcão, é um artista de múltiplas faces - Hora

Versão mobile

 

Entretenimento13/10/2018 | 09h00Atualizada em 13/10/2018 | 09h00

Ator Emilio Dantas, o Beto Falcão, é um artista de múltiplas faces

Carioca surpreende pela capacidade de interpretar na telinha e ainda ser músico

O carioca Emilio Dantas, que estreou na vida artística como vocalista de banda, protagoniza a novela Segundo Sol na pele do ídolo do axé Beto Falcão, que está confrontando o seu passado dia após dia, depois de revelar que encenou uma farsa por 18 anos, simulando a própria morte. 

O ator Emilio Dantas é o protagoniosta Beto Falcão em Segundo Sol.
Emilio Dantas é camaleão para qualquer espetáculo ou cenaFoto: SERGIO SANTOIAN / Extra

Após o astro guardar intimidades a sete chaves por anos, seu intérprete conta que também sabe manter em sigilo um segredo. 

– Se me pedem, não passo adiante. Mas adoro uma fofoca! – confessa.

Junte a ansiedade pelo desenrolar da trama  ao volume de trabalho que este sagitariano canhoto (como ele próprio se define no Instagram) tem como protagonista do horário nobre da Globo, e será possível entender por que seus planos de manter as unhas das mãos intactas foram por água abaixo.

– Queria me conter, para dar a pegada do violão, mas não consegui. As gravações estão mais rápidas do que a parte musical. Aí, faltou unha pra roer – se entrega Emilio, 35, que mantém em dia outra mania sua: 

– Ao contrário da maioria, não entro com o pé direito nos lugares e, sim, com o esquerdo, que é o que mais me dá suporte na vida. Eu devo mais a ele, né?

Leia mais notícias de Entretenimento

Conexão musical

A música une  personagem e intérprete. Mas, diferentemente de Beto Falcão, que ia de mal a pior como cantor e compositor de axé antes de sumir do mapa, Emilio viu a sua carreira dar belas guinadas, desde que assumiu, em 1997, a sua veia artística. 

Inicialmente, nos vocais da banda de rock Mulher do Padre/Patuvê.

– A banda acabou depois de 10 anos, mas a nossa amizade nunca. Esses caras são irmãos, estão na minha vida desde sempre. A gente sonha em retomar a Patuvê um dia, mas só de curtição – diz o ator, que, depois de se revelar fã de Bruno & Marrone, recebeu propostas: 

– Acredita que me convidaram para ir a Goiânia e virar sertanejo, gravar CD e tudo? Sem chance (risos)! 

Pouca gente sabe, mas Emilio já tem um EP solo gravado. Aqui, Onde Não Estou traz seis canções autorais numa pegada pop rock.

– Foi um projeto independente. Fiz porque já haviam passado uns 10 anos daquelas composições, e eu queria registrá-las antes que perdessem sua verdade. Chega uma hora em que as coisas que você canta não fazem mais sentido, porque já se superou tudo aquilo – explica ele, contando que tem uma ou outra composição guardada, mas nada que pense em gravar.

O ator Emilio Dantas é o protagoniosta Beto Falcão em Segundo Sol. Ele também é cantor
Intimidade com o microfone vem de anosFoto: Instagram / Reprodução

Imbatível

O lançamento do EP se deu em 2007, quando o carioca descobria a sua porção ator, apadrinhado pelo cantor e compositor Oswaldo Montenegro.

– O que mais me chamou a atenção quando conheci Emilio foi a sua informalidade. Ele tinha um jeito que era muito natural em qualquer circunstância. Tinha a versatilidade como marca. Transitava da música para o drama e o humor com facilidade. E ainda desenha muito bem, tem dom para as artes plásticas! Era uma questão de tempo se tornar conhecido em todo o Brasil. Acrescenta a todo talento o fato de ter muito charme. E talento misturado com charme não falha! – diz Oswaldo.

Nem te conto, “véi”!

Fã de Raul Seixas (1945 – 1989), uma das suas 13 tatuagens é um retrato do cantor no braço esquerdo, a outra, um microfone no meio das costas. Por isso, Emilio conta que Beto Falcão, apesar de ser um astro do axé, tem um tanto de inspiração no ídolo do rock – também baiano.

Outra ligação está na família numerosa: enquanto o personagem tem três irmãos – Remy (Vladimir Brichta), Ionan (Armando Babaioff) e Clóvis (Luis Lobianco) – , Emilio é o segundo entre sete (o assessor de varejo de produtos de petróleo Raphael, 36 anos, o produtor de eventos Pedro, 32, o estudante de Engenharia Felipe, 27, a estudante de Publicidade Priscilla, 23, e as estudantes Eduarda, 12, e Clara, cinco aninhos)!

– Todo mundo é filho do mesmo pai, mas são quatro mães diferentes. Se, na novela, Beto é o conciliador, eu sou o mais desligadão entre os meus. Graças a Deus, não tenho irmão trambiqueiro que tenha tentado me roubar, como Remy, nem um que queira viver à minha sombra, como Clóvis. Talvez, o meu irmão Felipe tenha um pouco de Ionan, porque tem um coração enorme. Se você pedir pra ele sair na chuva e ir comprar refrigerante, ele vai – compara Emilio.

O ator Emilio Dantas é o protagoniosta Beto Falcão em Segundo Sol.
Clã numeroso na tramaFoto: Instagram / Reprodução

Rodeado

O ator diz que encontra a família mesmo sem querer: 

– É raro conseguir reunir todo mundo numa mesma situação. Mas, como a gente mora próximo, não fica muito tempo sem se ver. Teve um dia em que saí para trabalhar e encontrei de manhã com uma irmã no sinal de trânsito. Indo almoçar, esbarrei com um irmão na Tijuca (no Rio de Janeiro). À noite, deparei com outro, no Alto da Boa Vista – conta. 

A sua irmandade com Babaioff ultrapassou a ficção. Ao comentar sobre a boa relação entre eles, Emilio acaba revelando outra curiosidade.

– Olha, eu sou bom de guardar segredo, como Beto. Se me pedem, não passo adiante. Mas também sou curiosíssimo e adoro uma fofoca, um causo, uma boa história. E quem não gosta? Só que eu gosto de ir na fonte, pra não errar. E Baba (como ele chama o amigo) também se amarra. Volta e meia, a gente senta junto para fofocar até dizer chega!

O ator Emilio Dantas é o protagoniosta Beto Falcão em Segundo Sol.
Família: Não tem como se sentir sóFoto: Instagram / Reprodução

Leia as últimas notícias da Grande Florianópolis


 
Hora de Santa Catarina
Busca