Patricinha Rochelle conquista a empatia do público em Segundo Sol - Hora

Versão mobile

 

Retratos da Fama16/10/2018 | 10h00Atualizada em 16/10/2018 | 10h00

Patricinha Rochelle conquista a empatia do público em Segundo Sol

Após descobrir o diagnóstico de Síndrome de Guillain, personagem de  Giovanna Lancellotti está mudando a forma como os telespectadores veem a vilã


Com essa tormenta que Rochelle está enfrentando em Segundo Sol, fica até difícil lembrar da patricinha diabólica de antes. Mérito de Giovanna Lancellotti, que vem conquistando a empatia do público desde a descoberta de que a vilã é portadora da Síndrome de Guillain-Barré (doença autoimune rara, que, geralmente, se desenvolve após infecções bacterianas e virais, podendo levar à total paralisia do corpo). 

Giovanna Lancellotti é Rochelle na novela Segundo Sol
Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

– São cenas que exigem atenção e muita emoção. Tive a preocupação de passar verdade, de fazer com que as pessoas que têm a síndrome se identificassem com ela – conta a atriz, que adotou um ritual: 

– Eu fiz uma playlist chamada O Choro é Livre, só com músicas que me emocionam. Antes de gravar, fico escutando. 

E Giovanna só tem a agradecer à sua “querida” personagem. 

– Amo a Rochelle. Ela foi uma peste a novela inteira, aprontou coisas imperdoáveis, mas, na minha vida, ela é um anjo (risos). Estou feliz demais com este trabalho e quero uma nova chance para ela – sentencia.

Leia mais notícias de Entretenimento

Leia as últimas notícias da Grande Florianópolis

 
Hora de Santa Catarina
Busca