Rodrigo Faraco: Avaí e Figueirense estão correndo contra o tempo para iniciar 2018 - Avaí - Esportes - Hora

Versão mobile

 

Opinião13/12/2017 | 05h02Atualizada em 13/12/2017 | 05h02

Rodrigo Faraco: Avaí e Figueirense estão correndo contra o tempo para iniciar 2018

 A rivalidade vai estar em alta e os dois parecem correr pelos mesmos objetivos

Rodrigo Faraco: Avaí e Figueirense estão correndo contra o tempo para iniciar 2018 Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS

Avaí e Figueirense vão ser muito cobrados em 2018. Os dois correm contra o tempo para começar efetivamente a montagem das equipes para o ano que vem e atrás de recursos para viabilizar tudo que precisa ser feito. A rivalidade vai estar em alta e os dois parecem correr pelos mesmos objetivos, dentro e fora de campo. Tanto na captação de recursos, quanto na busca por jogadores, certamente vão brigar nos bastidores. E dentro de campo, com as duas equipes na Série B, certamente a cobrança aumenta. 

Os dois mantiveram uma base, pelo que está se desenhando nas notícias que chegam, mas sabem que precisam reforçar. A questão é como oferecer bons contratos e atrair jogadores. O Avaí tenta parcerias com grupos empresariais, como o Sonda. O Figueirense tenta buscar investidores. Por enquanto o cenário ainda é de preocupação, pois não há muito de concreto dos dois lados. Avaí e Figueira sabem que no Catarinense a cobrança é por título e na Série B por acesso. Neste momento, os dois estão distantes dessa realidade.

Mudanças positivas na Copa do Brasil, mas merecia mais

A CBF faz nesta sexta o sorteio dos confrontos da primeira fase da Copa do Brasil. Seis catarinenses aguardam ansiosamente. Acontece que ainda vão entrar no peneirão da competição, que tira apenas cinco times de 80 iniciais. Seria a principal mudança a ser feita. Deixar apenas cinco times para as oitavas e fazer entrar nesta fase 11 equipes é muita crueldade com quem vinha jogando a competição. 

As mudanças feitas agora dizem respeito ao gol marcado na casa do adversário, que deixa de valer como critério de desempate. Nunca fui a favor disso e avalio a mudança muito positivamente. E a alteração da data de inscrições era providencial. Afinal, os finalistas deste ano – Cruzeiro e Flamengo – tiveram que atuar nas fases finais sem algumas das estrelas contratadas porque não estavam devidamente inscritas. Foi um erro corrigido.

Leia mais comentários de Rodrigo Faraco 

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCEstilo de jogo de Neymar causa polêmica na Copa 2018 https://t.co/qMmnjx0b2mhá 2 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCBrasil x Costa Rica: veja o histórico do confronto entre as duas seleções https://t.co/6FTLm868kahá 3 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca