Paixão Azurra: Formação na cabeça do torcedor - Avaí - Esportes - Hora

Versão mobile

 

Opinião14/06/2018 | 08h36Atualizada em 14/06/2018 | 08h36

Paixão Azurra: Formação na cabeça do torcedor

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha

Vinícius Bello
Vinícius Bello

azurra@somosnsc.com.br

Com a formação tática consolidada, a mudança de Pedro Castro por Matheus Barbosa no meio campo agradou ainda mais o torcedor, e os 11 iniciais já parecem bem definidos, formando aquele time que a torcida tem gosto de escalar. Única mudança que ainda pode se vislumbrar é na defesa: Alemão vem tendo atuações ruins. Marquinhos Silva já foi liberado e treina fisicamente. Será que pode conquistar a titularidade? A princípio não acredito, mas se Alemão seguir comprometendo na saída de bola, é uma possibilidade.

Estreia com derrota

Início ruim no Brasileirão de aspirantes. O sub-23 do Leão vencia o Vitória por 2 a 0 até os 20 minutos do segundo tempo, mas sofreu a virada nos acréscimos. A expulsão de Menezes, quando o Avaí ainda ganhava o jogo, foi bastante prejudicial.

Incoerência

Na terça-feira, dia de aniversário do clube do Estreito – a quem deixo meus sinceros parabéns – também foi de partida da Elephant S.A. Na vitória por 1 a 0 sobre o péssimo Sampaio Corrêa, Zé Antônio protagonizou uma entrada criminosa em um atleta da equipe maranhense, sendo corretamente expulso. O vizinho afirmou que o jogador recebe cartões por sua garra e disposição. No clássico válido pelo Catarinense, no Estreito, disse que Luanzinho – expulso injustamente – foi violento e agrediu o jogador do seu time. Oras!

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais colunas da
Paixão Azurra
Fique por dentro de tudo que é notícia sobre o
Avaí
Secador e curioso?
Espia a coluna do vizinho também 

 
Hora de Santa Catarina
Busca