Paixão Azurra: portões fechados e dúvidas na Ressacada - Avaí - Esportes - Hora

Versão mobile

 

Opinião11/07/2018 | 06h49Atualizada em 11/07/2018 | 06h49

Paixão Azurra: portões fechados e dúvidas na Ressacada

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha

Paixão Azurra: portões fechados e dúvidas na Ressacada Diorgenes Pandini/Diário Catarinense
Foto: Diorgenes Pandini / Diário Catarinense
Vinícius Bello
Vinícius Bello

azurra@somosnsc.com.br

O Avaí viaja hoje para enfrentar o Londrina amanhã, às 18h. O horário determinado pela CBF, por sinal, é ridículo. Todos já sabem, porém, que o torcedor é o último fator que os burocratas do futebol se preocupam, por isso ocorrem repetidas anomalias como essa, uma partida relativamente atrativa da Série B em horário quase que incompatível em um dia de semana.

Na Ressacada, o clima é de mistério. Com os treinamentos fechados, Geninho não divulga sua escalação, sendo certo o desfalque do zagueiro Alemão. A tendência é o retorno de Betão e a continuidade de Marquinhos Silva. Porém, perguntas surgem: qual será o posicionamento de Betão? Volta como zagueiro central? 

Marquinhos Silva continua no centro da zaga ou será deslocado, em condições físicas ruins, para a função de Alemão? Fato é que os veteranos zagueiros são, em condições normais, zagueiros centrais, sem obrigação de cobertura pelas laterais. Talvez Geninho especule uma mudança tática, jogando com linha de quatro desde o início de jogo.

Lion bleu na final

Se a Seleção Brasileira fracassou na busca do hexa, a França está na final da Copa do Mundo. Obviamente há um fator preponderante para esse acontecimento, que é a homenagem prestada pelo Avaí à seleção francesa no terceiro uniforme. Com certeza foi o embalo que faltava para a França ir longe no Mundial.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais colunas da
Paixão Azurra
Fique por dentro de tudo que é notícia sobre o
Avaí
Secador e curioso?
Espia a coluna do vizinho também 

 
Hora de Santa Catarina
Busca