Matemática do acesso: Avaí recorre às contas para projetar vaga na elite de 2019 - Avaí - Esportes - Hora

Versão mobile

 

Série B08/11/2018 | 07h27Atualizada em 08/11/2018 | 07h27

Matemática do acesso: Avaí recorre às contas para projetar vaga na elite de 2019

Empates consecutivos contra concorrentes diretos impedem acesso contra o Fortaleza

Matemática do acesso: Avaí recorre às contas para projetar vaga na elite de 2019 Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

O acesso do Avaí antes da última rodada da Série B depende da matemática. O Leão deixou de somar pontos importantes contra Londrina e Atlético-GO, concorrentes diretos, e além de se preocupar com os próximos jogos terá também que fazer contas nesta reta final. No sábado, a equipe encara o Fortaleza. A partida contra o líder, às 17h30min, na Ressacada, tem peso decisivo para ambos, já que o Tricolor pode ser campeão antecipado da Segunda Divisão.

O Leão fará duas partidas como mandante e uma como visitante nas últimas três rodadas. Com 57 pontos, três a mais que o primeiro time fora da zona de acesso, o Avaí é o quarto colocado. Vencer o Fortaleza deixa o retorno à elite mais bem encaminhado, mas a equipe vem de dois tropeços seguidos na Ressacada. Pontos desperdiçados em momento crucial.

– Não tem problema nenhum jogar com o Fortaleza. Deixa ele ser campeão, o Londrina faz a conta dele e eu faço a minha. Importante que ainda tenho três jogos, falta pouca coisa. Vamos analisar e tentar fazer o dever de casa. Deixamos escapar contra Oeste e Londrina, quem sabe a gente faz contra o Fortaleza a vitória – falou o técnico Geninho, deixando claro que a busca do Leão é pelos três pontos na partida da Ressacada.

Alguns cenários possibilitam o acesso do Avaí antes da última rodada contra a Ponte Preta, no dia 24. Mesmo que some um ponto nos dois próximos jogos o Leão pode chegar à elite. A chance disso acontecer, porém, depende dos resultados dos demais times postulantes às vagas restantes no G-4. Quanto antes assegurar a conquista, mais tranquilidade o Avaí terá para se despedir da Série B e confirmar a sina de subir apenas em anos pares, como foi em 2008, 2014 e 2016.

 FLORIANÓPOLIS, SC, BRASIL, 03/11/2018: Avaí enfreta o Londrina no Estádio da Ressacada, pela Série B do Campeonato Brasileiro. Na foto: (FOTO: CRISTIANO ESTRELA / DIÁRIO CATARINENSE
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

 Caminho à elite nos últimos jogos

Sete ou nove pontos - (dois triunfos e um empate ou três vitórias)
Conquista o acesso sem depender de qualquer resultado dos concorrentes diretos. Nesta situação, chegaria entre 64 e 66 pontos.

Cinco ou seis pontos - (um triunfo e dois empates ou duas vitórias)
Chegaria à elite em caso de tropeço do Londrina em uma das três últimas partidas. Neste cenário, a Ponte Preta não ameaçaria.

Quatro pontos - (uma vitória e um empate)
Chegaria aos 61 pontos, precisando que o Londrina perca pelo menos uma vez e que Ponte Preta, Atlético-GO e Vila Nova não vençam os últimos três jogos. 

Três pontos - (três empates ou uma vitória)
Com 60 pontos, a chance de acesso é de 60%. O Londrina teria que tropeçar duas vezes e a Ponte perder ao menos uma. Vila Nova e Atlético-GO não podem vencer todas.

Dois pontos - (dois empates)
Terá 59 pontos. Londrina e Ponte não poderiam vencer duas. Atlético-GO e Vila teriam de ter uma derrota. O Guarani só subiria com três triunfos.

Um ponto - (um empate)
Com 58 pontos ainda é possível o acesso. Seria necessário o Londrina somar no máximo três pontos. Ponte perder duas. Atlético-GO e Vila perderem duas ou dois empates. Guarani não vencer as três.

Não pontuar - (três derrotas)
Precisaria que o Londrina não vencesse mais. Que a Ponte Preta, Atlético-GO e Vila tivessem no máximo uma vitória. E que o Guarani pelo menos empatasse uma.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o
Avaí

 
Hora de Santa Catarina
Busca