Paixão Azurra: Sem tempo para lamentar - Avaí - Esportes - Hora

Vers?o mobile

 

Opinião05/11/2018 | 06h55Atualizada em 05/11/2018 | 06h55

Paixão Azurra: Sem tempo para lamentar

Colunista Vinícius Bello opina diariamente sobre os assuntos do Leão da Ilha

Vinícius Bello
Vinícius Bello

azurra@somosnsc.com.br

  

Avaí x Londrina
Getúlio é uma das revelações do anoFoto: Cristiano Estrela / Hora de Santa Catarina

Obviamente o torcedor saiu frustrado da Ressacada no sábado, após o empate em
1 a 1 com o Londrina. Com todos os resultados favorecendo o Leão na rodada, uma vitória seria para se consagrar de vez. Porém, mantivemos a distância e temos uma rodada a menos de disputa. Faltam agora apenas quatro jogos para carimbarmos nossa vaga na primeira divisão. A luta continua e amanhã, novamente em Goiânia, teremos um duelo enorme contra o Atlético-GO. Quem sabe não repetiremos a atuação espetacular contra o Goiás para sairmos com mais uma vitória. Esse time já provou que gosta mesmo é dos jogos difíceis.

O jogo

Foi uma pena o resultado contra o Londrina, mas o reconhecimento do torcedor ao final provou que foi um Avaí diferente dentro de casa, que merecia vencer. Após mais uma infelicidade defensiva na bola parada, logo no início do jogo, tivemos personalidade para buscar o empate e criar oportunidades, apesar da chuva e do campo pesado. O Londrina, por outro lado, não mostrou absolutamente nada para sair com a vitória.

Individualmente, tivemos três grandes destaques. O maior deles foi Getúlio, com um golaço que recolocou o Avaí no jogo, vem melhorando a cada partida e se firmando como uma das revelações do ano. Os outros dois foram Judson e Matheus Barbosa. Impressionante como, com essa dupla em campo, o Avaí ganha consistência e consegue atacar com mais segurança.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais colunas da
Paixão Azurra
Fique por dentro de tudo que é notícia sobre o Avaí
Secador e curioso?
Espia a coluna do vizinho também 

 
Hora de Santa Catarina
Busca