Paixão Alvinegra: os erros começaram pelo treinador - Figueirense - Esportes - Hora

Versão mobile

 

Opinião14/11/2018 | 06h56

Paixão Alvinegra: os erros começaram pelo treinador

Colunista Ivens Abreu opina diariamente sobre os assuntos do Furacão do Estreito

Paixão Alvinegra: os erros começaram pelo treinador Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Em apenas 13 minutos, tivemos duas chances, o Elton fez dois gols, e foi só. O time do Paysandu virou para 3 a 2, mas poderia ter vencido de mais. Faltou respeito, comprometimento e vontade de jogar. Marco Antonio errou tudo, Nogueira quase entregou o ouro, Diego Renan é muito ruim e o Micale, com time todo recuado, ficou de braços cruzados sem saber o que fazer. Os números são a prova da incompetência do técnico que veio para resolver e piorou.

Sem comando

Não afirmo que os jogadores profissionais possam entregar jogos, mas acredito que os salários são motivos da desmotivação, fazendo que não se empenhem como deveriam. 

O técnico Rogério Micale em sua entrevista foi claro: “nós nos encolhemos”. E onde está seu comando? Fazer experiências na reta final é inadmissível! Nesses jogos têm que jogar quem quiser encarar o desafio, ter tesão e vontade vencer. 

Vizinho

O Gilmar Dal Pozzo está bem perto do Scarpelli. Calma, gente. Não é para ser treinador, é que ele mora no Estreito, perto do estádio do Alvinegro. De hoje até o fim do ano vão pipocar diversas notícias e precisamos urgentemente reagir, mudar o que está errado e tentar acertar as coisas. Não dá para continuar cometendo tantos erros. Se tem um lado bom, Vernalha me afirmou que os salários dos funcionários estão em dia.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o Figueirense
Acompanhe a coluna Paixão Alvinegra na Hora de Santa Catarina
Secador e curioso?
Confira também a coluna do vizinho
Dica da Hora: acesse também a
coluna do Rodrigo Faraco

 
Hora de Santa Catarina
Busca