Paixão Alvinegra: tá difícil e não pode piorar - Figueirense - Esportes - Hora

Vers?o mobile

 

Opinião13/11/2018 | 06h42Atualizada em 13/11/2018 | 06h42

Paixão Alvinegra: tá difícil e não pode piorar

Colunista Ivens Abreu opina diariamente sobre os assuntos do Furacão do Estreito

Paixão Alvinegra: tá difícil e não pode piorar Vinicius Nunes/Figueirense FC
Foto: Vinicius Nunes / Figueirense FC

O Figueirense cresceu, hoje tem um patrimônio razoável e uma legião de torcedores que, aos poucos, vai se afastando. Não poderíamos estar pelo terceiro ano seguido na Série B. É muito difícil sobreviver tanto tempo em uma competição que não traz retorno financeiro.

Quem joga?

Para o jogo de hoje teremos algumas novidades. Só não esperem que as estrelas apareçam, porque agora foi a vez do André Santos sentir a panturrilha. Na verdade, ninguém está querendo deixar o seu na reta. 

Desmontagem

Vão começar as reuniões para ver quem fica e quem sai. Mesmo para dispensar esse ou aquele é necessário pagar os salários e as rescisões contratuais. Se este ano está difícil, o que se aproxima não nos dá esperança de melhora. Se tiverem alguma dúvida na provável lista de dispensas, falem com os torcedores, todos sabem! 

Hoje do meio pra frente teremos Zé Antônio, Betinho, Marco Antônio, Renan Mota, Elton e Romarinho. Hoje, contra o Paysandu, pontuar é obrigação, rapaziada!

Leve esperança

A base alvinegra foi derrotada em tudo no final de semana, mas ao menos sub-20 mostrou valores que podem vir a figurar na equipe principal e ajudar a dar alegrias.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o Figueirense
Acompanhe a coluna Paixão Alvinegra na Hora de Santa Catarina
Secador e curioso?
Confira também a coluna do vizinho
Dica da Hora: acesse também a
coluna do Rodrigo Faraco

 
Hora de Santa Catarina
Busca