Figueirense tropeça e empata com o América-MG no Orlando Scarpelli - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Série A14/09/2016 | 21h28Atualizada em 15/09/2016 | 17h18

Figueirense tropeça e empata com o América-MG no Orlando Scarpelli

Alvinegro saiu na frente, mas cedeu o resultado ao adversário

Figueirense tropeça e empata com o América-MG no Orlando Scarpelli Leo Munhoz/Agencia RBS
Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

O Figueirense passará mais uma rodada na zona de rebaixamento da Série A. Apesar de dormir fora do Z-4, o clube catarinense voltará a degola nesta quinta-feira, afinal qualquer que seja o placar entre Internacional e Vitória, no Beira-Rio, o Furacão ficará para trás. O pior não é continuar no rebaixamento nesta rodada. O Alvinegro teve todas as chances de dar adeus à degola, mas não soube aproveitar e depois de estar vencendo o jogo por 2 a 0 sobre o lanterna América-MG, o clube de Florianópolis deixou o adversário empatar.

Veja como foi a partida minuto a minuto
Leia outras notícias sobre o Figueirense
Confira a tabela da Série A

A torcida ficou nervosa e com razão. Não foi apenas a inoperância do ataque, que não conseguiu marcar, mas também a falta de criatividade do time. O Coelho, time de pior campanha na elite desde o início do torneio, dominou o jogo e merecia vencer.

O primeiro tempo dava amostras de que a partida seria tranquila. Afinal aos 14 minutos, Werley lançou, Maurides fez o carta luz e Lins saiu na frente do goleiro João Ricardo. Com um toque de direita, o atacante marcou e fez seu segundo gol pelo Figueirense.

A superioridade alvinegra continuou e o Alvinegro ampliou aos 37, com Dodô cobrando pênalti. Depois de abrir dois gols de vantagem, o Figueira poderia ter ampliado, mas puxou o freio de mão e o América-MG conseguiu diminuir com Jonas, marcando um golaço de fora da área.

Na segunda etapa, o Coelho partiu para cima e criou as melhores oportunidades. Faltava pontaria para o time mineiro, até que aos 35 minutos Osman aproveitou falha da defesa para empatar o jogo.

A torcida já estava xingando o treinador Tuca Guimarães, insatisfeitos com as alterações deles e por principalmente deixar Maurides em campo — o atacante não estava em uma boa noite.

Apesar das tentativas de mostrar que o grupo está unido, com Rafael Moura lesionado no banco de reservas a pedido do próprio atleta para ajudar o grupo, os atletas alvinegros deixaram o campo vaiados e pressionados. O script de salvação que parecia desenhado nas últimas semanas com boas atuações diante de Santos e Atlético-PR foi apagado com ua atuação esdruxula do Figueirense.

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE (2)

Gatito Fernández; Ayrton, Werley, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia (Jocinei), Jefferson, Ferrugem (Ermel), Dodô; Lins (Rafael Silva) e Maurides

Técnico: Tuca Guimarães

AMÉRICA-MG (2)

João Ricardo; Jonas, Sueliton, Éder Lima, Gilson; Leandro Guerreiro (Hernandes), Juninho, Pablo (Mateusinho), Danilo Barcelos; Osman e Nixon (Michael)

Técnico: Enderson Moreira

Gols: Lins (F), aos 14, Dodô (F), aos 37, e Jonas (A), aos 43 minutos do 1º tempo. Osman (A), aos 35 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Pablo e Osman (A)
Cartões vermelho: Pablo (A)
Arbitragem: José Cláudio Rocha Filho, auxiliado por Fábio Rogério Baesteiro e Ricardo Pavanelli Lanutto (trio de SP)
Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis
Público: 3.571
Renda: R$ 35.145,00




 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros