JEC quer trazer alegria aos seus torcedores solidários - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Futebol12/09/2016 | 20h10

JEC quer trazer alegria aos seus torcedores solidários

Milhares de tricolores doaram alimentos ou brinquedos para ganhar ingressos para a partida desta terça, pela Série B, contra o Náutico

JEC quer trazer alegria aos seus torcedores solidários Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Adílio e a filha Júlia irão ao estádio nesta terça Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Dizer que a situação do JEC não está fácil é chover no molhado. Quem acompanha a equipe sabe que, nas próximas 14 rodadas, o Tricolor terá de alcançar um aproveitamento superior a 50% para escapar da Série C. Até mesmo quem não acompanha tem noção de que o quadro é complicado. Mas uma boa sacada do clube uniu e incentivou os fanáticos e não fanáticos nesta segunda-feira.

Leia mais notícias sobre o JEC

Durante toda a manhã e tarde de segunda, milhares deles foram até a loja Toca do Coelho da Arena para levar um quilo de alimento não perecível ou um brinquedo. A doação dava como contrapartida um ingresso para a partida desta terça, às 19h15, contra o Náutico, pela 25ª rodada da Série B. É a solidariedade tricolor no mais alto grau: ajudando quem precisa e dando um voto de confiança ao time.

É o caso do torcedor Adílio Cesílio Coimbra Júnior. Com a filha Júlia de dois anos no colo, ele trouxe sete quilos de alimento não perecível. Vai levar a esposa, três filhas, a cunhada e a sobrinha.

— Vamos ver se agora vai. Apoio nosso não irá faltar — garante.

Diante de um estádio repleto de boas intenções, o Joinville espera fazer algo que ainda não conseguiu nesta temporada: vencer diante de um grande público. Por enquanto, nas três maiores presenças de torcedores na Arena Joinville, o JEC só perdeu em 2016. Foi assim diante da Chapecoense, na final do Estadual (0 a 1 com 11.656 torcedores); no confronto da sétima rodada da Série B, contra o Vasco (0 a 2 com 8.794 torcedores); e na 18ª rodada da Série B, frente ao Oeste (0 a 1 com 6.739 torcedores).

Até o fim da tarde de segunda, mais de dois mil ingressos já tinham sido distribuídos. Como o clube conta com um bom número de sócios, é bem provável que a casa esteja cheia na noite de terça.

— Acho que é um voto de confiança no clube, não só no time. O clube precisa deste apoio e desta mobilização, então vamos ver se conseguimos fazer um clima bem positivo diante do Náutico — projetou Lisca.

O comandante, por sinal, prefere esconder as armas para o duelo contra seu ex-clube. Ontem, como é de costume, fechou o treino na Arena e não deu pistas de qual possa ser o time titular. A única certeza é de que Ligger, suspenso, não jogará. No meio, Bertotto pode voltar a ocupar uma vaga como titular e Juninho desponta como candidato a um lugar no ataque. Mas as confirmações só sairão na hora do jogo.

 

A NOTÍCIA

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros