Meia do Figueirense acusa Levir Culpi de mandar bater em campo - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

CLIMA ESQUENTOU03/09/2016 | 18h51Atualizada em 03/09/2016 | 18h51

Meia do Figueirense acusa Levir Culpi de mandar bater em campo

Carlos Alberto afirma que o treinador do Fluminense pediu para o lateral Wellington Silva bater nele durante a partida no Rio de Janeiro

Meia do Figueirense acusa Levir Culpi de mandar bater em campo Cleber Mendes/Agência Lancepress!
Foto: Cleber Mendes / Agência Lancepress!

Assim como o final de jogo entre Fluminense e Figueirense foi eletrizante, o clima também continuou quente fora das quatro linhas. Logo que encerrou a partida, Carlos Alberto reclamou muito do técnico adversário, Levir Culpi, que deu ao jogador Wellington Silva a incumbência de marcar o meia Alvinegro.

-O Levir mandou o Wellington me dar porrada dentro do jogo. O que ele fez não pode fazer, treinador é educador e não pode incitar a violência - esbravejou Carlos Alberto.

Leia outras notícias sobre o Figueirense
Figueirense faz um segundo tempo eletrizante, mas perde para o Fluminense fora de casa

De acordo com o atleta, o problema aconteceu em um lance em que ele havia ganhado uma bola no corpo em cima do lateral Wellington Silva.

O treinador do Fluminense, Levir Culpi, se mostrou surpreso com a acusação do jogador e afirmou que não foi isso o que aconteceu:

-Eu quase me desentendi com o Wellington Silva para devolver a bola, o suposto fair play que o Carlos Alberto estava pedindo. Eu só me preocupei com isso, se o atleta viu outra coisa, não sei. O caso do Carlos Alberto só Freud explica - comentou.

Sobre o gol não marcado pelo árbitro, houve muita reclamação dos jogadores do Furacão:

-Conseguimos o empate, mas esse lance polêmico do final nos prejudicou e para mim não foi falta, ele se perdeu no lance e voltou atrás - disse Nirley.

 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros