Augusto Ittner: Blumenau perde a hegemonia no basquete feminino - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Vice10/10/2016 | 16h38

Augusto Ittner: Blumenau perde a hegemonia no basquete feminino

Augusto Ittner: Blumenau perde a hegemonia no basquete feminino Juliano Russi/Divulgação
O semblante não deixa mentir: a decepção com o vice foi grande. Foto: Juliano Russi / Divulgação


Ficou só o cheirinho do hepta para Blumenau (Vasto Verde/FMD). Irretocáveis, inquestionáveis e imbatíveis durante toda a primeira fase, as meninas do basquete foram superadas pelo Chapecó por 57 a 51 e ficaram com o vice-campeonato no último sábado.

Após quatro segundos lugares consecutivos, essa foi a primeira vez que o time do Oeste conseguiu bater em uma decisão a equipe do Vale do Itajaí. O técnico João Camargo Neto lamentou muito a derrota e disse que o grupo devia ter entrado mais atento à final:

— Nós deveríamos ter entrado com uma atitude mais forte. Não estávamos em um bom dia, e quando isso acontece é preciso buscar na superação. Não deu.
 
O time blumenauense não perdia uma partida desde 1º de novembro de 2014, quando foi derrotado justamente para Chapecó. Desde 2012 as comandadas de Camargo já disputaram 44 partidas pelo Estadual e perderam apenas duas. Se por um lado os números continuam muito a favor, a hegemonia que vinha desde 2010 foi por água abaixo.

— O que fica de aprendizado é que temos que trabalhar mais forte ainda e com muito mais determinação, mas sem tirar o mérito das adversários que jogaram melhor que nós quase o tempo todo — finalizou o treinador, já projetando a disputa da Liga Nacional, que deve começar no fim de novembro.

JORNAL DE SANTA CATARINA

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros