Como Criciúma e Joinville podem se ajudar nesta rodada da Série B - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Tricolores04/10/2016 | 09h20Atualizada em 04/10/2016 | 14h29

Como Criciúma e Joinville podem se ajudar nesta rodada da Série B

Rivais históricos, que acostumaram-se a decidir títulos nos anos 80 , Tigre e JEC têm batalha em comum na temporada: o sucesso na Série B

Como Criciúma e Joinville podem se ajudar nesta rodada da Série B Montagem com as fotos das Assessorias de Imprensa de Criciúma e Joinville/Divulgação
Foto: Montagem com as fotos das Assessorias de Imprensa de Criciúma e Joinville / Divulgação

Rivais históricos, que acostumaram-se a decidir títulos – principalmente na década de 1980 –, Criciúmae Joinvilletêm uma batalha em comum nesta temporada: o sucesso na Série B do Campeonato Brasileiro. E quis o destino que o conceito de êxito significasse coisas distintas para cada uma das equipes. O Tricolor do Sul luta para manter vivo o sonho do acesso, enquanto o do Norte tenta juntar forças para se manter na Segunda Divisão. Assim, na noite desta terça-feira, as duas equipes catarinenses podem juntar suas forças para se ajudarem em suas missões.

Com 40 pontos e na nona colocação do campeonato, o Tigre visita o Tupi, adversário direto do JEC na zona de rebaixamento. O duelo será às 19h15min, em Juiz de Fora (MG).

Mais tarde, às 20h30min, o Joinville joga em Fortaleza contra o Ceará – equipe que tem os mesmos 40 pontos do Criciúma e pode ficar estacionada na tabela caso o JEC some os três pontos.

O momento ruim do Vovô é um fator positivo para o Tricolor do Norte. Há 11 jogos o Ceará não vence. Recentemente, chegou a perder em casa para o Sampaio Corrêa, lanterna do campeonato. Sinal de que a missão do Joinville não é tão impossível.

– Precisamos de uma sequência de vitórias e bons resultados. Temos uma esperança grande que as coisas aconteçam a partir disso – destacou o técnico Ramon Menezes.

Se a tendência se confirmar, o time deve ter mudanças pontuais. Sem Diego, suspenso, Fernandinho será o titular. No meio-campo, Paulinho Dias pode perder a vaga para Kadu. Em má fase, Everton Silva também deve perder a titularidade para Giva ou Erick Luís. No ataque, Jael, que cumpriu suspensão, voltará a usar a camisa 9.

Tigre tem novidade

O Criciúma também deve ter novidade para encarar o Tupi. Niltinho está de volta depois de cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo, enquanto Marlon se apresenta à seleção sub-20.

Indo para a segunda partida consecutiva fora de casa, o Tigre mira a vitória para consolidar a busca pelo acesso. Há chances matemáticas de acesso, mas a margem para erros é mínima.

Leia também:
"Nem tudo está perdido", diz jogador do Tigre após derrota

Mais confiante, JEC quer surpreender o Ceará no Castelão

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros