Mesmo com reforço na defesa, Chapecoense é derrotada pelo Atlético-PR fora de casa - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Série A05/10/2016 | 21h29Atualizada em 05/10/2016 | 21h36

Mesmo com reforço na defesa, Chapecoense é derrotada pelo Atlético-PR fora de casa

Verdão do Oeste perdeu por 3 a 1 para o Furacão

Mesmo com reforço na defesa, Chapecoense é derrotada pelo Atlético-PR fora de casa Daniel Castellano/Gazeta do Povo
Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo
darci debona

O sonho de buscar uma das vagas da Libertadores ficou mais longe da Chapecoense após a derrota por 3 a 1, de virada, para o Atlético-PR, na Arena da Baixada, pela Série A. Com o resultado a Chapecoense estacionou nos 38 pontos.

Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro a Chapecoense iniciou uma partida com três zagueiros: Neto, Willian Thiego e Filipe Machado.A tática parecia que iria dar certo no início.

Mesmo com o ímpeto do time da casa, que obrigou Danilo a fazer duas defesas importantes nas finalizações de Paulo André e Lucho González, o time catarinense conseguiu segurar o placar no início e ainda chegar ao ataque.

Aos 18 minutos Dener cobrou escanteio, Cleber Santana chutou, a bola desviou na defesa e o zagueiro Filipe Machado apareceu para marcar o primeiro gol da partida.

O gol abateu o Atlético Paranaense por cerca de dez minutos.

Mas depois a equipe de Paulo Autuori partiu para cima da Chapecoense. No final do primeiro tempo Dener cometeu pênalti em Lucas Fernandes.

Hernani bateu e igualou o placar.

No segundo tempo o time da casa voltou melhor. Nicolas chutou para defesa de Danilo. Depois o goleiro da Chapecoense teve que sair do gol para evitar que Pablo ficasse livre para concluir.

A defesa mais bonita foi num chute de fora da área de Hernani, rasteiro, que Danilo conseguiu tocar com a ponta dos dedos e mandar para escanteio.

Mas aos 38 minutos, em cobrança de escanteio, ele não conseguiu evitar o gol de Pablo. Nem alcançou o chute de Matheus Rossetto, aos 42 minutos. A Chapecoense segue a pior zaga do campeonato, com 50 gols sofridos.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR (3)

Santos, Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio, Hernani (João Pedro), Lucho González e Lucas Fernandes (Guilherme); Luan (Matheus Rossetto) e Pablo

Técnico: Paulo Autuori

CHAPECOENSE (1)

Danilo, Neto, Willian Thiego e Filipe Machado; Gimenez (Lucas Gomes), Matheus Biteco, Cleber Santana, Gil e Dener (Alan Ruschel); Tiaguinho (Ananias) e Kempes

Técnico: Caio Jr

Gols: Filipe Machado (C), aos 18 minutos e Hernani (A), aos 41 do primeiro tempo. Pablo (A), aos 38 e Matheus Rossetto (A), aos 42 do segundo tempo
Cartões amarelos: Dener, Filipe Machado e Gil (C); Thiago Heleno e Lucas Fernandes (A)
Arbitragem: Wagner Reway (MT), auxiliado por Márcia Lopes Caetano (SP) e Fábio Rubinho (MT)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba
Público: 12.292
Renda: R$ 138.695

Leia mais:

Depois de cinco meses, Neto volta a jogar pela Chapecoense

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros