"Nosso trabalho continua", enfatiza Evando após derrota do Avaí - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Avaliação09/10/2016 | 09h58Atualizada em 09/10/2016 | 09h58

"Nosso trabalho continua", enfatiza Evando após derrota do Avaí

Leão perdeu para o Atlético-GO por 3 a 0 no sábado, em Goiânia

"Nosso trabalho continua", enfatiza Evando após derrota do Avaí André Palma Ribeiro/Avaí F. C
Foto: André Palma Ribeiro / Avaí F. C

Nada de desespero. Não é dessa forma que jogadores e comissão técnica do Avaí estão encarando a derrota por 3 a 0 para o Atlético-GO na tarde de sábado, em Goiânia. Invicto há nove jogos na Série B, o Leão da Ilha não fez um bom jogo e agora precisa voltar a vencer em casa para não se distanciar do objetivo de conquistar o acesso. Após o duelo, Evando, que comandou o time já que Claudinei Oliveira estava suspenso, disse que o Dragão fez por merecer o resultado, mas que o trabalho continua.

- Nós enfrentamos um grande adversário, que foi superior. O Atlético-GO é a equipe que está desde o início da competição no G-4, nós não encaixamos o jogo hoje (sábado), os atletas batalharam, lutaram, mas não tiveram um bom dia, foi um dia feliz deles, parabéns ao Atlético, mas o nosso trabalho continua. Já começamos a trabalhar desde já o jogo do Tupi, que é o próximo adversário - pontuou Evando.

O Avaí volta a jogar no sábado, às 21h, na Ressacada. Evando aproveitou para convocar a torcida avaiana contra o Tupi, que está na zona de rebaixamento da competição.

- Precisamos da nossa torcida. O Avaí é grande por causa da sua torcida e com a Ressacada lotada somos quase imbatíveis. Temos um padrão de jogo, é uma equipe organizada, e o Atlético aproveitou esse fator casa aqui, lotou o estádio. O clima atrapalhou, mas em Florianópolis o vento também atrapalha os outros. Então eu convoco o nosso 12º jogador para nos ajudar na partida - disse o Iluminado.

Além da volta de Claudinei Oliveira ao comando do time, contra o adversário mineiro o Avaí terá a volta de Marquinhos e João Filipe. Fábio Sanches e Lucas Coelho, lesionados, ainda não estão confirmados. - O Marquinhos, o João o Fábio, todos são importantes, mas o Gabriel tem cumprido, todos têm cumprido. O dia não foi legal. Não encaixamos o jogo, não conseguimos acertar os primeiros três, quatro passes quando roubávamos a bola, até que aconteceu o pênalti, que, no meu modo de ver, definiu a situação do jogo - completou Evando.

Leia mais:
Avaí não faz boa partida e perde para o líder Atlético-GO em Goiânia
Atletas do Avaí reconhecem que jogaram abaixo contra o Atlético-GO

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros