Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Tragédia30/11/2016 | 23h44Atualizada em 01/12/2016 | 14h08

Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível

Novos detalhes sobre o caso foram trazidos pelo secretário de segurança aérea da Colômbia

Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível Bruno Alencastro/Agencia RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS
ZH Esportes
ZH Esportes

Foi confirmado nesta quarta-feira que o avião que transportava a delegação da Chapecoense a Medellín estava sem combustível quando caiu na Colômbia. Fredy Bonilla, secretário de Segurança da Aeronáutica Civil da Colômbia, afirmou em coletiva de imprensa que esse fato pode ter provocado uma "pane seca", levando a aeronave a cair.

— Podemos afirmar claramente que o avião não tinha combustível no momento do impacto. Uma das hipóteses com que trabalhamos é que como o aeronave não tinha combustível, os motores se apagaram e houve pane elétrica — disse Fredy Bonilla.

Leia mais:
Torcedores que iriam à final poderão doar dinheiro do ingresso às famílias das vítimas do acidente
Equipe médica que atuou na tragédia da boate Kiss vai prestar auxílio em Chapecó 
Após tragédia, camisa da Chapecoense está em falta no mercado

O secretário explicou também como funcionam alguns procedimentos:

— As normas internacionais exigem que qualquer aeronave deve viajar com combustível suficiente para chegar ao aeroporto de destino, mais 30 minutos e ainda mais 5 minutos ou 5% da distância, que é o combustível reserva. Neste caso, lamentavelmente, a aeronave não contava com combustível suficiente. Vamos investigar para saber por que a tripulação não contava com combustível suficiente — falou.

*ZHESPORTES

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros