Caio Júnior volta a fazer um bom trabalho no Brasil no comando da Chapecoense - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Sintonia perfeita23/11/2016 | 23h54Atualizada em 24/11/2016 | 00h11

Caio Júnior volta a fazer um bom trabalho no Brasil no comando da Chapecoense

Técnico conduziu o Verdão do Oeste à inédita final da Sul-Americana

Caio Júnior volta a fazer um bom trabalho no Brasil no comando da Chapecoense Cristiano Estrela/Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
André Podiacki enviado especial a Chapecó (SC)
André Podiacki enviado especial a Chapecó (SC)

andre.podiacki@diariocatarinense.com.br

Há 10 anos, Caio Júnior foi apontado como uma das grandes revelações do futebol brasileiro no quesito técnico. Com o modesto Paraná, ele conquistou uma vaga na Libertadores ao ficar em quarto lugar no Campeonato Brasileiro. Depois disso ele teve oportunidade em grandes clubes como Flamengo, Grêmio e Palmeiras. Porém, depois de dois anos trabalhando no Al-Shabab, dos Emirados Árabes Unidos, o treinador ficou esquecido no Brasil. Por isso, seu trabalho na Chapecoense o recoloca com força no mercado nacional.

A missão podia parecer mais simples para ele quando assumiu o Verdão do Oeste, afinal o time tinha sido campeão do Catarinense e fazia uma boa campanha no Brasileirão. Mas de simples não havia nada. Afinal, nos primeiros jogos ele demorou se entrosar com o elenco e houve uma instabilidade. Porém, depois de acerta o time encontrou um novo jeito de jogar.

Porém, para conseguir chegar nesse time que hoje está na final da Copa Sul-Americana, Caio Júnior teve que ver sua equipe eliminada na Copa do Brasil e ser pressionado.

Caio tem hoje 35 jogos, com 13 vitórias, 10 derrotas e 12 empates, e um aproveitamento de 48%. Depois de ser campeão baiano pelo Vitória em 2013, ele volta a fazer um bom trabalho no Brasil, que volta a reconhecer sua qualidade. 




Leia mais:
Veja como foi o pré-jogo de Chapecoense x San Lorenzo
Chapecoense faz história, passa pelo San Lorenzo e está na final 
 
Veja mais notícias sobre a Chapecoense
Direção da Chapecoense espera público recorde

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros