Depois de acidente aéreo, Valdir Espinosa relembra amizade com Mário Sérgio - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Perda29/11/2016 | 09h24Atualizada em 29/11/2016 | 10h32

Depois de acidente aéreo, Valdir Espinosa relembra amizade com Mário Sérgio

Espinosa jogou e dirigiu o ex-meia, campeão com o Grêmio em 1983

Depois de acidente aéreo, Valdir Espinosa relembra amizade com Mário Sérgio Emílio Pedroso /
Mário Sérgio comentaria a final da Sul-Americana pelo Fox Sports Foto: Emílio Pedroso
ZH Esportes e Rádio Gaúcha

O coordenador técnico do Grêmio, Valdir Espinosa, falou sobre o acidente na Colômbia que vitimou grande parte da delegação da Chapecoense que disputaria a final da Copa Sul-Americana. Na lista do voo está Mário Sérgio, ex-jogador e campeão mundial pelo Grêmio em 1983 sob comando de Espinosa e que atualmente trabalhava como comentarista do Fox Sports.

— Sei que todos os familiares estão tristes, que tenham força. Perdi um cara que na juventude, antes de ser treinador, algumas pessoas não sabem jogamos juntos no Vitória. Ele me chamou para morar com ele. Quantas festas fizemos, como nos divertimos. Como esse cara jogava. Lembro que eu disse (quando técnico do Grêmio), me deem o Mário Sérgio e seremos campeões do mundo. Me deram, e fomos campeões do mundo — afirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Leia mais:

CBF adia final da Copa do Brasil entre Grêmio e Atlético-MG
Nestor Hein sobre final da Copa do Brasil: "Não estamos pensando neste jogo"
Chapecó vive angústia após acidente com avião da Chapecoense

Espinosa considerou correta a decisão da CBF em adiar a final da Copa do Brasil, que estava inicialmente marcada para a próxima quarta-feira, na Arena.— Isso é respeito, mostra exatamente isso. Esse aspecto a cima de tudo é ser humano. Foi uma demonstração grande nesse sentido. Todas as pessoas que queriam o jogo amanhã vão entender que acima de tudo está o respeito e a dor que precisa ser respeitada.


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros