Raça e coração de Leão: vitória sobre o Londrina coloca o Avaí de volta à Série A do Brasileiro - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Alegria azul19/11/2016 | 18h26Atualizada em 19/11/2016 | 20h48

Raça e coração de Leão: vitória sobre o Londrina coloca o Avaí de volta à Série A do Brasileiro

Acesso à elite chegou com uma rodada de antecedência

Raça e coração de Leão: vitória sobre o Londrina coloca o Avaí de volta à Série A do Brasileiro Cristiano Estrela/Agência RBS
Momento de correr para o abraço: Diego Jardel enlouquece a nação avaiana Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

A insustentável leveza do futebol reside no fato de que este é um esporte que não envolve nos critérios para o sucesso apenas números, somente ciência. Tática, técnica, qualidade dos atletas e gestão do clube são, sim, relevantes. E todos estão de alguma forma presentes neste Avaí que volta a ser de elite após o 1 a 0 sobre o Londrina.

Mas, para desespero de doutores e adeptos da lógica, e para alegria de torcidas como a do Avaí, a fé, a psicologia e até a magia também reclamam sua parcela em grandes conquistas. E, nestes aspectos, o Leão é Rei. O Azurra faz coisa. O Avaí é Série A.

Não fosse assim, aquele time que lutava contra o rebaixamento ao término do turno, que sofreu em dois Catarinenses para não ser rebaixado, que teve crises internas gigantes, jamais estaria retornando a Florianópolis para ser recebido com carro de bombeiros no aeroporto Hercílio Luz neste domingo. E a bandeira não seria hasteada na chegada da ponte Pedro Ivo para mostrar aos visitantes que vão chegar no verão: na Ilha da Magia, mora um time de elite.

Êxtase no momento do gol avaiano Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

Quando a bola começou a rolar em Londrina, os avaianos se mantinham atentos também aos resultados do Náutico. O quinto colocado, que começou a rodada a cinco pontos do Leão, encarava fora de casa o Tupi: ao final, o Timbu venceu por 4 a 1. O outro jogo que interessava tinham o Vasco, que visitou o Criciúma e perdeu por 1 a 0.

Na primeira etapa, os minutos iniciais foram de estudos, com o Londrina buscando mais o jogo. Aos 12 minutos, uma falta na entrada da área cometida de forma ingênua por João Felipe, foi cobrada por Rafael na primeira ameaça ao gol do Leão.

O primeiro momento mais agressivo dos visitantes catarinenses foi aos 18 minutos, numa blitz com Romulo, que incluiu um escanteio que após cobrado levou perigo.

Foto: Cristiano Estrela / Agência RBS

Aos 21, contudo, Renan mostrou porque é o melhor goleiro da Série B. Fez duas defesas incríveis após cobrança de falta que desviou na zaga e outra em chute à queima-roupa de Itamar, de dentro da área.

Aos 25 minutos, um amarelo já previsto: França, ex-Figueirense, que marcava com violência individualmente Marquinhos, deu um cotovelaço em Romulo e levou a advertência.

Só que, se França estava agitado, João Felipe também. E após nova falta, o volante avaiano, que já tinha amarelo, foi substituído para evitar complicações: entrou Judson, aos 33 minutos.

Aos 49 minutos, nos acréscimos que foram de 6 minutos, o grande lance do Avaí na etapa: Capa cruzou e Diego Jardel cabeceou na trave.

Seria um prenúncio? Afinal, aos 4 minutos do segundo tempo, o mesmo Diego Jardel surgiu na entrada da área, em passe milimétrico de Capa, e concluiu para abrir o placar.

O Avaí controlou o jogo. Aos 22 minutos, Marquinhos, visivelmente cansado, deixou o campo para entrada de Vitor, visando à trabalhar a velocidade.

O restante foi "gastar o tempo" para fazer a festa. Que começou em Londrina e continua em Florianópolis pelas ruas da cidade.

FICHA TÉCNICA

LONDRINA 0

Marcelo Rangel, Lucas Ramon, Marcondes, Matheus e Leo; França (A) (Rondinelly), Germano, Rafael Gava e Zé Rafael (Netinho); Safira e Itamar (A) (Batata).

Técnico: Claudio Tencati.

AVAÍ 1

Renan; Alemão, Betão, Fábio Sanches, Capa; Luan, João Filipe (A) (Judson), Renato (A), Diego Jardel, Marquinhos (Vitor); Romulo.

Técnico: Claudinei Oliveira.

Gol: Diego Jardel, aos 4 do 2º tempo

Arbitragem: Andre Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha (trio de GO).

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR).

Público total: 11.403

Renda: R$ 144.440,00

Confusão antes do jogo com violência contra os avaianos. Fotos e vídeos.
Inglês encarou viagem desde a Europa para torcer pelo Leão



 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros