Alan Ruschel comemora primeiro churrasco em família após o acidente: "Sensação única"  - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Em casa18/12/2016 | 14h59Atualizada em 18/12/2016 | 16h23

Alan Ruschel comemora primeiro churrasco em família após o acidente: "Sensação única" 

Lateral está em Nova Hartz, onde moram seus familiares

Alan Ruschel comemora primeiro churrasco em família após o acidente: "Sensação única"  Anderson Fetter/Agencia RBS
Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS
Rádio Gaúcha
Rádio Gaúcha

Recém chegado à cidade de sua família, Nova Hartz, Alan Ruschel aproveitou para comer o primeiro churrasco desde o acidente na Colômbia. Após o almoço e a reunião com os familiares, o lateral falou com a Rádio Gaúcha e Zero Hora, rapidamente, sobre a sua recuperação. Entre outras coisas, Ruschel falou em "nascer de novo", agradeceu a força dos profissionais colombianos e comemorou muito seu retorno à Nova Hartz: 

— Uma sensação única, calorosa, voltar para casa, ver familiares. Pai, mãe e irmãos reunidos. Para mim que nasci de novo foi gratificante.

O jogador reafirmou o que disse na coletiva de ontem sobre voltar aos gramados: 

— Tem um período de três meses para fixar a coluna, mais três para massa muscular, mas acredito que em cinco ou seis meses posso voltar a jogar. Quero ir um dia de cada vez. A gente nunca sabe o que vai acontecer em 15 minutos. Eu sai para jogar, estava planejando o final de ano e aconteceu o que aconteceu.

Leia mais:
VÍDEO: Alan Ruschel agradece "energias positivas" enviadas pela torcida
Alan Ruschel chega na casa de familiares em Nova Hartz
Follmann chega em Chapecó e é recepcionado por torcedores

Esta recuperação ainda não tem um local definido, mas já há convites: 

— Está indo tudo bem, tudo muito rápido na evolução. A Chapecoense me deixou as portas abertas para voltar para lá. O Inter também. Estou emprestado e o Inter deixou as portas abertas para recuperação.

O gaúcho não lembra do ocorrido na noite do acidente: 

— Não lembro nada antes do acidente. Lembro da gente saindo de Santa Cruz e eu acordando no hospital. Deus me deu uma nova oportunidade de viver. Procurei não olhar muitas notícias, para não ver coisas que eu não ia gostar. Pelo que eu percebi dava para ser evitado. Então vou procurar viver minha vida um dia de cada vez. Deus me deu uma nova oportunidade de viver, como o Neto, Follman, Rafael e os tripulantes.

O pai e a noiva de Alan Ruschel comunicaram o jogador de todo o trabalho feito pelos colombianos na sua recuperação:

— Disseram que foi coisa de outro mundo, caloroso. Quero agradecer aos médicos e a todos envolvidos na recuperação. As mensagens de força e as orações por mim. (...) Tenho muita vontade (de ir para a Colômbia). O que fizeram por mim lá, não tenho medo de falar, foi de outro mundo.

Por fim, o lateral projetou que a Chapecoense seguirá o seu caminho de crescimento no Brasil: 

— A Chapecoense foi um clube que cresceu muito nos últimos anos, era muito carismático. Nos jogos que a gente foi, não lembro de a gente ser xingado. No jogo com o Palmeiras, antes de viajar, a gente tomou banho, ficou ali no campo e o pessoal dando força para o jogo dizendo que seriamos campeões. (...) A Chapecoense é um clube muito querido, com certeza, com a ajuda de todo mundo, vai se reerguer.

Leia outras notícias sobre a Chapecoense

*RÁDIO GAÚCHA


 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCJúnior Dutra aponta melhora do Avaí e confiança para superar o São Paulo https://t.co/YadqYkUiZ0 #HoraSC https://t.co/Ni2fMxkf9Ghá 3 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCDesemprego entre pardos é quase o dobro do de brancos em SC https://t.co/QuqPTCTCl4 #HoraSC https://t.co/F3ynh8MuEnhá 3 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros