Homenagens extrapolam estádio Atanasio Girardot e ganham as ruas em Medellín - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Comoção mundial01/12/2016 | 03h15Atualizada em 01/12/2016 | 03h22

Homenagens extrapolam estádio Atanasio Girardot e ganham as ruas em Medellín

Torcedores fizeram altares improvisados a céu aberto nos arredores da casa do Atlético Nacional

Homenagens extrapolam estádio Atanasio Girardot e ganham as ruas em Medellín Bruno Alencastro/Agência RBS
Foto: Bruno Alencastro / Agência RBS
Rodrigo Lopes - direto de Medellín
Rodrigo Lopes - direto de Medellín

A cerimônia preparada pelos colombianos para homenagear os 71 mortos na tragédia com o avião da Chapecoense extrapolou os limites do estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na noite desta quarta-feira.

Leia mais:
Richard, a criança que ilustrou a tristeza de Chapecó
Aeronáutica colombiana afirma que avião caiu sem combustível
Torcedores que iriam à final poderão doar dinheiro do ingresso às famílias das vítimas do acidente

Vários canteiros nos arredores da casa do Atlético Nacional e ruas próximas tornaram-se altares improvisados a céu aberto. Muitos colombianos acenderam velas e posicionaram cartazes com inscrições de apoio aos familiares das vítimas. Uma das inscrições dizia:

"Nunca se cansaram de subir de categoria, hoje estão na divisão maior. Força, Chape".

Próximo dali, um torcedor desenhou na grama a palavra "Chape" com flores. Em outro desses locais, foram colados cartazes com os rostos dos jogadores da Chapecoense na parede do estádio, sobre velas e flores.

*ZERO HORA

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros