Time de basquete da Udesc fecha parceria com equipe italiana  - Esportes - Hora de Santa Catarina

PEQUENOS CESTINHAS 21/12/2016 | 08h08Atualizada em 21/12/2016 | 08h08

Time de basquete da Udesc fecha parceria com equipe italiana 

Projeto Baby Basquetebol atende de graça mais de 300 crianças e adolescentes, e no ano que vem os melhores irão para a Europa 

Time de basquete da Udesc fecha parceria com equipe italiana  Felipe Carneiro/Agencia RBS
Mario, 13 anos, morador do Monte Cristo, em Florianópolis, treina desde o começo do projeto e também vai bem na escola Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

São apenas quatro anos de projeto, mas a criançada já tem experiência nos Estados Unidos e, em breve também terão na Europa. O projeto de extensão Baby Basquetebol, da Udesc, que atende centenas de atletas entre 4 e 13 anos em SC, firmou uma parceria com a Benetton Basket, tradicional equipe de Treviso e a principal da Itália.

A colaboração vai envolver o fornecimento de uniformes de jogo e treino, bolas, capacitação de treinadores do Instituto Baby Basquetebol Cidadania (IBBC) e intercâmbio de atletas, professores e monitores das categorias sub-12 e sub-13 a partir de julho de 2017. Os melhores jogadores do projeto serão convidados para estudar e jogar basquete na Itália a partir dos 15 anos, inclusive com bolsa de quatro anos.

A parceira foi acertada entre o presidente da Benetton Basket, Giorgio Buzzavo, e o presidente do IBBC, Marco Biscaro, que já trabalhou como técnico da equipe italiana. Com esse acordo, o instituto se torna a primeira filial da Benetton Basket na América do Sul. Mas esta será a segunda parceria internacional da equipe.

— No ano passado, levamos 20 alunos carentes do projeto para os Estados Unidos para treinar e jogar basquete. Enviei um e-mail para a direção da equipe do Orlando Magic e foram buscar nosso projeto. Não pagamos ingresso, ficamos no camarote e depois com os atletas — lembra o treinador e idealizador do projeto, Gilberto Vaz.

Gilberto Vaz é o idealizador do Instituto Baby Basquetebol Cidadania Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

Entre os talentos lapidados por ele está Mario César Goes, de 13 anos. O menino morador do Monte Cristo, em Florianópolis, treina desde o começo do projeto, e foi um dos contemplados com a viagem para a Florida. Gilberto destaca que esse é um dos alunos mais focados no esporte, e que também está muito bem colégio, já que para estar no time, tem que tirar boas notas e ter bom comportamento.

— Aqui a gente tem que estar bem disciplinado. Acho que quando a gente foca, todo mundo pode conseguir realizar seus sonhos — acredita o jovem atleta.

Em setembro, o sub 12 conquistou o estadual de forma invicta. Foram 18 jogos e 18 vitórias na competição. Entre os jogadores da campanha vitoriosa, estava o filho do professor Gilberto, Gabriel Duriex Vaz, de 12 anos. O menino treina na Udesc e depois em casa. O pai quer transformar o garoto em um atleta de alto nível.

— Ir para os Estados Unidos é a melhor coisa que pode me acontecer. Eu jogo desde os 2 anos e quero muito jogar na NBA um dia — espera o pequeno atleta.

Gabriel, com a bola na mão, sonha em jogar na NBA Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

Seleção de talentos

Outra grande parceria fechada pelo IBBC foi com a empresa Interperformances (IP), com sede em San Marino, pequeno país encravado na Itália. A entidade está presente em mais de 20 países e é especializada em selecionar talentos no basquete para jogar nos times da NBA e da Europa. Já representou, por exemplo, o ídolo brasileiro Oscar Schmidt quando ele jogou na Itália e atualmente agencia grandes jogadores da NBA, como Emanuel Ginobili (San Antonio Spurs), Sacha Vujacic (New York Knicks) e Draymond Green (Golden State Warriors).

Com essas parcerias, o time da Udesc passará a disputar competições estaduais, nacionais e internacionais com o nome IBBC/Benetton Basket/IP/Udesc. As cores e uniformes serão verde e branco.

Trajetória vitoriosa

Vinculado ao programa de extensão Basquetebol para Todos, o IBBC iniciou suas atividades em março de 2013 nas instalações da Udesc. Atualmente, o projeto atende 300 alunos e alunas, dos 4 aos 13 anos, em Florianópolis, Blumenau e São José, com 12 professores e monitores. A equipe já conquistou excelentes resultados em campeonatos estaduais, sul-brasileiros e sul-americanos. No próximo ano, o IBBC vai disputar os campeonatos estaduais sub-12, sub-13 e sub-15 (masculino e feminino) e tem perspectiva de iniciar equipes sub-17, sub-19 e adulto dentro de cinco anos.

 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCCriciúma e Figueirense fazem duelo decisivo no Heriberto Hülse https://t.co/UwrtWHXZY6 https://t.co/FZpwIdZDMqhá 18 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: abrigos de ônibus aguardam manutenção desde dezembro do ano passado https://t.co/XXYGtRSW7W https://t.co/fjQGeeToi4há 48 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros