Vágner Mancini questiona qualidade dos jogadores oferecidos à Chapecoense - Esportes - Hora de Santa Catarina

Crítica15/12/2016 | 15h55Atualizada em 15/12/2016 | 17h16

Vágner Mancini questiona qualidade dos jogadores oferecidos à Chapecoense

Treinador disse que alguns clubes estão tentando resolver os próprios problemas com a justificativa de ajudar o time catarinense

Vágner Mancini questiona qualidade dos jogadores oferecidos à Chapecoense Marco Favero/Agencia RBS
Mancini foi contratado para treinar o novo time da Chapecoense Foto: Marco Favero / Agencia RBS
ZH Esportes
ZH Esportes

Logo depois do acidente da Chapecoense que matou parte da direção, comissão técnica e 19 jogadores do elenco, muitos clubes brasileiros prometeram ajuda ao clube catarinense em sua reconstrução. Agora, passadas pouco mais de duas semanas da tragédia, o apoio não parece ser tão efetivo. Pelo menos esta é a reclamação de Vágner Mancini, técnico contratado para substituir Caio Júnior, uma das vítimas do acidente na Colômbia.

— Sobre essa questão, tem os dois lados, né? Alguns clubes realmente ofereceram atletas e se comprometeram a pagar os salários. Mas outros só querem saber de resolver os próprios problemas, mandando atletas que já não ficariam no clube ano que vem. É muito fácil mandar jogadores que estão fora do planejamento para 2017. A Chapecoense não quer isto. A Chapecoense quer atletas interessados, que sejam competitivos. A ajuda só é bem-vinda quando alguém, de fato, quer ajudar — disse, em entrevista à Rádio Jovem Pan.

Leia mais:

Companhia aérea anuncia pagamento de indenizações para vítimas de tragédia
Cruzeiro encaminha empréstimo de Douglas Grolli à Chapecoense
Chapecoense pede mudança na regra das contratações por empréstimo

A Chapecoense terá um calendário cheio em 2017. O time jogará Campeonato Catarinense, Libertadores, Copa do Brasil, Recopa Sul-Americana, Copa Suruga Bank, Troféu Joan Gamper, Copa Euroamericana e Brasileirão. Por isso, Mancini admite que o clube precisa ser ágil para se remontar.

— Precisamos ter rapidez e eficiência, porque as competições começam daqui a pouquíssimo tempo. Tudo está sendo feito com muito cuidado, mas, também, com certo risco, porque temos de ter um time para jogar já em 25 de janeiro — completou.

 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCUnimed Grande Florianópolis põe à venda móveis e equipamentos https://t.co/HYHyyzriuMhá 4 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCRoubo de fuzil do Exército em Criciúma foi armação de recrutas, afirma Polícia Civil https://t.co/qV0H0J8DCchá 5 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros