Zagueiro Neto vai deixar hospital em Chapecó nesta quinta-feira - Esportes - Hora de Santa Catarina

Boletim médico21/12/2016 | 20h57Atualizada em 22/12/2016 | 11h19

Zagueiro Neto vai deixar hospital em Chapecó nesta quinta-feira

Já o goleiro Follmann deve passar por nova cirurgia

Zagueiro Neto vai deixar hospital em Chapecó nesta quinta-feira Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução / Facebook
Agência Estado

Mais um sobrevivente do trágico acidente aéreo da Chapecoense está próximo de receber alta. O zagueiro Neto, último a ser resgatado e aquele que teve situação mais grave ao longo de todo o processo, tem se recuperado bem e vai deixar nesta quinta-feira o hospital Unimed, em Chapecó, onde está internado.

A alta de Neto mostra a rápida evolução do zagueiro, que foi quem correu mais riscos entre os sobreviventes. Além de diversas fraturas pelo impacto da queda, o zagueiro desenvolveu um quadro pulmonar bastante grave e corria risco de morte até cerca de duas semanas atrás, muito em função das quase 10 horas que ficou esperando o resgate.

Já o goleiro Follmann seguirá em tratamento. Ele ainda sofre com os efeitos da amputação de parte de sua perna direita. Na última terça foi submetido a uma cirurgia para reparação da parte do órgão que foi mantida. Além disso, tem um problema no pé esquerdo que também requererá ao menos mais um procedimento operatório.

— O Follmann passou por cirurgia grande na terça-feira, em que foi feita a preparação do coto para receber uma prótese. Deve ir nos próximos 15 ou 20 dias para São Paulo para começar a organizar e estruturar para a gente colocar esta prótese. E também passou por cirurgia no pé esquerdo para retirada do talos e fixação do tornozelo. Sexta-feira, se tudo estiver bem, deve passar por uma fixação definitiva deste tornozelo - afirmou o médico Edson Stakonski.

Os outros dois sobreviventes brasileiros do acidente, o jogador Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, já receberam alta nos últimos dias. Todos eles estavam no avião que levava a Chapecoense para a decisão da Copa Sul-Americana, em Medellín, na Colômbia, e caiu nas cercanias da cidade, deixando 71 mortos.

Leia mais:
Alan Ruschel comemora primeiro churrasco em família após o acidente

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCTécnico da Chapecoense atribui derrota a erros individuais, gol no início e péssima arbitragem https://t.co/AQC34iLdjlhá 6 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCEspecialistas divergem sobre reflexos das mudanças do texto-base da reforma trabalhista https://t.co/Lj5wyTxFeB #reformatrabalhista #HoraSChá 6 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros