Catarinense Ricardo Martins é o único do Estado a encarar o Dakar - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Voando de moto02/01/2017 | 20h03Atualizada em 02/01/2017 | 20h32

Catarinense Ricardo Martins é o único do Estado a encarar o Dakar

Piloto de Palhoça participa de uma das principais competições de rali do mundo

Catarinense Ricardo Martins é o único do Estado a encarar o Dakar Doni Castilho/DFotos / Divulgação
Estradas duras exigem muito preparo físico Foto: Doni Castilho / DFotos / Divulgação

Com cinco anos de carreira como piloto, o catarinense Ricardo Martins, de 36 anos, se prepara para o maior desafio desde que começou a competir, em 2011. Ricardo participa a partir desta segunda-feira, na categoria motos, do Rali Dakar, competição que reúne mais de 300 pilotos em cinco classes (motos, caminhões, carros, quadriciclos e UTV) e que, em 2017, será disputada no Paraguai, Argentina e Bolívia, até o dia 14 de janeiro. Serão 12 dias de disputas até os pilotos completarem os 9 mil quilômetros de prova.

Confira aqui os resultados no site oficial da competição que já começou

Esta não é a primeira vez que Ricardo Martins disputará uma competição internacional. No ano passado, ele correu uma prova na Europa e, a partir dessa competição, surgiu a ideia de se inscrever para o Rali Dakar, principal desafio da categoria.

— Minha expectativa é conseguir acabar a prova. Lá, vou ver o nível dos competidores e vou me adequando a situação da corrida. Não posso cair no jogo de me empolgar e fazer besteira. A corrida é muito longa, não adianta querer forçar, tem que fazer sempre numa situação constante, para levar bem — explica o competidor.

Carreira vitoriosa levou a busca de novos desafios

O piloto de Palhoça, na Grande Florianópolis, é o único catarinense nesta edição do Dakar, que terá mais cinco pilotos brasileiros. são eles: Gregorio Caselani, Richard Fliter, Ricardo Martins, Marcelo Medeiros, Leandro Torres e Lourival Roldan.

— Comecei no rali em 2011, disputei cinco Ralis dos Sertões, já fui quatro vezes campeão brasileiro, e em 2016 eu coloquei esse objetivo de ir para o Dakar. Fiz a inscrição, acertei com meus patrocinadores e comecei a treinar e focar nessa competição — diz o piloto, que anda de moto desde os 15 anos de idade.

Além de piloto, Ricardo Martins é empresário. Casado e pai de um menina de oito anos, ele conta que começou a competir, em princípio, só para disputar o Rali dos Sertões, mas depois não conseguiu mais parar.

— Eu sempre fiz trilha, andei de moto e aí comecei a correr competições estaduais. Eu sempre tive sonho do Rali dos Sertões, foi esse meu foco. Eu ia correr em 2011 e só. Mas não foi isso, fui lá, continuei e acabei vendo que era o que eu queria, o que eu gosto de fazer — afirma Martins.

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCCandidato a novo Guga, Pedro Boscardin Dias coleciona bons resultados aos 14 anos: https://t.co/yIHjQpIhvA https://t.co/9WJlCG8rzThá 7 horas Retweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCApós completar 50 jogos pelo Avaí, Junior Dutra promete "contribuição na reta final": https://t.co/2LUZ9UFWxc https://t.co/2gB4qK5eGqhá 8 horas Retweet
Hora de Santa Catarina
Busca