Por um feliz aniversário para o JEC - Esportes - Hora de Santa Catarina

Futebol27/01/2017 | 21h28Atualizada em 27/01/2017 | 21h28

Por um feliz aniversário para o JEC

Tricolor estreia no Campeonato Catarinense justamente na data em que completa 41 anos

Por um feliz aniversário para o JEC Diorgenes Pandini/Agência RBS
Torcida espera que a time volte a dar alegrias Foto: Diorgenes Pandini / Agência RBS

Tudo o que o torcedor do Joinville mais quer é que o 29 de janeiro de 2017 marque um recomeço de glórias para o Tricolor. Justamente na data em que completa 41 anos, o JEC começa a sua jornada no Campeonato Catarinense. Na estreia, encara o debutante Almirante Barroso, em Itajaí, a partir das 17 horas. Será o segundo teste da renovada equipe de Fabinho Santos.

Pelo que mostrou na quinta-feira, em Chapecó, pela Primeira Liga, o JEC deu sinais de que poderá ser bem competitivo. Apesar do pouco tempo de trabalho – apenas 23 dias –, Fabinho Santos conseguiu fazer os atletas entenderem a ideia de valorizar a posse de bola.

A posse de bola, inclusive, deve ser uma forte característica da equipe no Estádio Camilo Mussi. Mas, além do rival de Itajaí, a equipe terá de driblar a novidade do campo sintético. O Barroso é o único clube do Campeonato Catarinense a atuar com grama artificial.

Durante as duas últimas semanas, o JEC fez treinos no Complexo Opa Bier para diminuir o impacto desta mudança. Mas os jogadores reconheceram que a tarefa não será das mais fáceis, principalmente nos primeiro minutos do duelo deste domingo.

– A bola corre mais, parece que está o tempo todo viva. Teremos de nos adaptar rapidamente no jogo – alertou o atacante Fabinho Alves.

Dentro de campo, Fabinho não deve promover mudanças. A escalação em Chapecó agradou e o treinador provavelmente irá repetir o time contra o Barroso.

Só existe uma dúvida na defesa: Danrlei não teve nenhuma lesão constatada no músculo posterior da coxa esquerda. No entanto, continua como incógnita em razão de um desconforto muscular.

A definição sobre o aproveitamento do jogador só ocorrerá no treino da manhã deste sábado.

Jejum incomoda

A maioria da torcida do JEC reconhece que o Tricolor não é um dos grandes favoritos ao título catarinense, mas conquistar a taça seria um excelente presente de aniversário e um grande incentivo para a largada na Série C.

Nos últimos três anos, o JEC foi à final, mas em todos ficou com o vice-campeonato – numa delas, em 2015, levantou o troféu, mas perdeu na Justiça. No momento, o Joinville acumula o maior jejum de títulos estaduais entre os grandes. São 16 anos sem comemorações tricolores.

A NOTÍCIA

Notícias Relacionadas

Sub-20 02/01/2017 | 11h45

JEC estreia nesta terça-feira na Copinha São Paulo

Atletas da base escalados para a Copinha poderão ser aproveitados no time principal

 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros