Anderson Silva vence Derek Brunson e acaba com jejum de quatro anos sem vitórias no UFC - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Volta ao octógono12/02/2017 | 05h27Atualizada em 12/02/2017 | 15h59

Anderson Silva vence Derek Brunson e acaba com jejum de quatro anos sem vitórias no UFC

Lenda do esporte, brasileiro estava desde 2012 sem vencer uma luta

Anderson Silva vence Derek Brunson e acaba com jejum de quatro anos sem vitórias no UFC Anthony Geathers/AFP
Foto: Anthony Geathers / AFP

Em seu retorno ao octógono, o brasileiro Anderson Silva, 41 anos, o Spider, venceu o americano Derek Brunson, 33 anos, na disputa co-principal do UFC 208, realizado na madrugada deste domingo, em Nova York, nos Estados Unidos. A luta representou uma quebra no jejum de quatro anos sem vitórias do brasileiro, que superou o adversário por decisão unânime dos juízes.

— Desculpem-me, sei que estou velho para lutar. Os caras mais novos são mais velozes e mais fortes do que eu, mas eu coloco meu coração aqui, porque lutar é a minha vida — afirmou Anderson Silva após a luta.

Foto: ANTHONY GEATHERS / AFP

Sorridente, o lutador aproveitou os holofotes para agradecer aos colegas e fãs do esporte. 

— Obrigado a todos por estarem aqui. Quando eu entro no octógono, eu coloco toda a minha vida aqui. Eu respeito todo mundo aqui, respeito muito os fãs do UFC. Eu amo meu trabalho, amo o UFC e foi um sonho meu lutar aqui por muito tempo — completou. 

Leia mais:
Relembre as últimas cinco lutas de Anderson Silva
Filhos apoiam longevidade de Anderson Silva no MMA
"É claro que seria legal se eu disputasse o cinturão", diz Anderson Silva

Lenda do esporte, Spider não vencia desde outubro de 2012, quando nocauteou o americano Stephan Bonnar, no UFC 153. Em janeiro de 2015, o brasileiro superou o também americano Nick Diaz, no UFC 183, mas ambos foram pegos no exame antidoping, o que deixou a luta sem resultado.

Foto: Anthony Geathers / AFP

O duelo com Brunson foi considerado uma das lutas mais importantes da carreira de Anderson Silva, que poderia anunciar a aposentadoria em caso de derrota. O brasileiro ainda é o maior nome do UFC, com o record de vitórias em sequência do esporte: 16 . Entre 2006 e 2013, reinou absoluto nos octógonos, com a defesa de 10 cinturões da categoria peso-médio.

Já o adversário ainda tenta se afirmar no esporte, com sete vitórias em dez lutas no UFC. Antes de enfrentar o brasileiro, foi derrotado por nocaute por Robert Whittaker, ficando em oitavo lugar no ranking da categoria.

Leia as últimas notícias de ZH Esportes

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCSanta Catarina tem quatro cidades entre as 50 mais inteligentes e conectadas do Brasil https://t.co/tDhOHnJA8J… https://t.co/bwPwXIbLdihá 14 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SC. @RodrigoFaraco: discussão em campo, erro do goleiro, estreia ruim de Maicon e goleada do Fluminense… https://t.co/26lD11l1sLhá 34 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros