"Clássico não se perde", avalia capitão do Avaí após empate com o Figueirense - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Não teve gol23/02/2017 | 01h44Atualizada em 23/02/2017 | 01h56

"Clássico não se perde", avalia capitão do Avaí após empate com o Figueirense

Marquinhos disse que faltou técnica para as equipes na partida na Ressacada

"Clássico não se perde", avalia capitão do Avaí após empate com o Figueirense Charles Guerra/Agencia RBS
Foto: Charles Guerra / Agencia RBS
DC Esportes

O capitão do Avaí, Marquinhos, queria ter saído de campo com os três pontos no duelo com o Figueirense, na noite de quarta-feira, na Ressacada. O ponto conquistado no empate por 0 a 0 com o rival não foi de um todo ruim para o Leão, que segue na liderança e cada vez mais perto do título do turno do Campeonato Catarinense

- É importante (o ponto), a gente está na liderança e temos dois jogos pra fazer três pontos. Jogo difícil, truncado, duas equipes que souberam usar o fator vento. Faltou às duas equipes um pouquinho de técnica. Como eu disse no vestiário, clássico não se perde - contou M10 após o jogo.

Com uma vitória no próximo compromisso, contra o Almirante Barroso, sábado, às 16h30min, em Itajaí, o Leão carimba o passaporte para a final do torneio. Romulo quer o time em busca da vitória.

- Sabíamos que por ser um clássico ia haver dificuldade, mas esse ponto é bastante importante pra gente. Agora é chegar sábado lá fazer os três pontos para ser campeão - projetou o atacante do Leão.

Avaí e Figueirense não saem do 0 a 0 em clássico pegado na Ressacada
Jogadores do Figueira ressaltam nova atitude do time após empate no clássico da Ressacada


 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros