Com gol no fim, Chapecoense empata com o Figueirense no Oeste - Esportes - Hora de Santa Catarina

Catarinense19/02/2017 | 19h04Atualizada em 19/02/2017 | 19h04

Com gol no fim, Chapecoense empata com o Figueirense no Oeste

Alvinegro sai na frente, mas Verdão deixa tudo igual na segunda etapa

Com gol no fim, Chapecoense empata com o Figueirense no Oeste Márcio Cunha/Especial
Foto: Márcio Cunha / Especial
DC Esportes

Foi aos 46 minutos do segundo tempo que o atacante Rossi fez o gol de empate da Chapecoense com o Figueirense, na tarde deste domingo, na Arena Condá. Não foi o que o torcedor do Verdão imaginava antes da partida, mas o suficiente para gritar ¿Vamos, Vamos, Chape¿ após o empate por 1 a 1 pela sexta rodada do Campeonato Catarinense.

Das cabines da Arena Condá, o novo técnico do Figueirense, Márcio Goiano, acompanhou o time enquanto o interino Márcio Coelho comandou o time à beira do gramado.

Numa tarde com temperatura próxima aos 30 graus, as duas equipes buscavam a recuperação no campeonato. Os primeiros minutos foram de muitos erros de passe de ambos. Mas aos poucos a Chapecoense passou a chegar de forma mais organizada. O Figueirense tinha dificuldades em passar do meio campo

O gol da Chapecoense só não saiu graças ao goleiro alvinegro. Primeiro Thiago Rodrigues fez uma defesa de puro reflexo em cabeçada de Nathan. Depois ele pegou outra cabeçada no canto esquerdo, de Andrei Girotto, mandando para escanteio. E fez uma terceira defesa importante em cabeçada de Grolli.

A partir dos 30 minutos o Figueirense reagiu. A parada que o árbitro concedeu para que os jogadores tomassem água parece que deu vida ao alvinegro. O Furacão conseguiu uma falta próximo da área que Yago mandou por cima. Depois alçou algumas bolas na área, mas o goleiro Elias levou a melhor. Ele só não conseguiu chegar antes na cobrança de escanteio de Anderson Aquino, que Bruno Alves mandou para a rede.

No segundo tempo, a Chapecoense começou colocando duas bolas na trave em sequência. Reinaldo chutou cruzado, a bola desviou em Thiago Rodrigues e foi no travessão. No rebote, Rossi tentou uma meia bicicleta e a bola novamente foi no travessão.

A Chapecoense seguiu pressionando e Thiago Rodrigues fez mais uma boa defesa em chute de Wellington Paulista.

O Figueirense recuou para compactar o time e passou a apostar nos contra-ataques. A Chapecoense começou a apresentar dificuldades em entrar na área do adversário.

Andrei Girotto tentou de fora da área e Thiago Rodrigues mandou para escanteio. Ele também defendeu um chute de Rossi. Nas vezes em que o goleiro não defendeu, como no lance em que Nathan ficou livre dentro da área, a bola foi para fora.

Mas o goleiro do Figueirense não conseguiu segurar a finalização de Rossi, já nos descontos. Com o resultado, os dois times ficam com oito pontos, já pensando no returno.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE (1) 
Elias, Diego Renan, Grolli, Nathan e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto (Luiz Antonio) e Nadson (Martinuccio); Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Niltinho. Técnico: Vagner Mancini.

FIGUEIRENSE (1)
Thiago Rodrigues, Dudu, Dirceu, Bruno Alves e Guilherme Morassi (Everton); Josa, Yago e João Pedro; Anderson Aquino (Índio), Bill e Ermel (Pereira). Técnico: Márcio Coelho.

Gols: Bruno Alves (F), aos 44 minutos do primeiro tempo. Rossi (C), aos 46 do segundo tempo.

Arbitragem: Leandro Messina Perrone, auxiliado por Eli Alves e Gizeli Casaril.
Cartões amarelos: Wellington Paulista (C); Bruno Alves, Thiago Rodrigues e Dudu (F)
Local: Arena Condá, em Chapecó
Público: 7.668
Renda: R$ 94.860

Leia também
Acesse a tabela da Campeonato Catarinense
Leia outras notícias do Figueirense
Acesse as informações da Chapecoense

Foto: Arte DC / Arte DC


 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros