Márcio Coelho, vitorioso na base do Figueirense, é novo auxiliar técnico no departamento profissional - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Reforço fora de campo13/02/2017 | 12h37Atualizada em 13/02/2017 | 12h43

Márcio Coelho, vitorioso na base do Figueirense, é novo auxiliar técnico no departamento profissional

Profissional foi promovido pelo trabalho de excelência com os jovens

Márcio Coelho, vitorioso na base do Figueirense, é novo auxiliar técnico no departamento profissional Figueirense Futebol Clube, divulgação/
Márcio Coelho vai ajudar na transição de atletas da base para encarar o desafio profissional Foto: Figueirense Futebol Clube, divulgação

O Figueirense anunciou  que Márcio Coelho é o novo auxiliar técnico permanente da comissão técnica da equipe profissional do alvinegro.

O profissional tem uma história nas categorias de base do clube, onde chegou em 2011 para comandar a equipe mirim e no decorrer do últimos anos foi dirigindo também com sucesso as equipes infantil, juvenil e júnior do Figueirense, conquistando títulos importantes em todas as categorias.

Márcio Luís Lyra Coelho de 38 anos é natural da cidade de Araranguá (SC) e ex-atleta de futsal durante 10 anos na época em que atuou no América (RS), Unisul de Florianópolis, IBI (ESP) e Colegial, também de Florianópolis.

Márcio é oriundo de uma família ligada ao esporte já que seu pai trabalhava com futsal e seu irmão, Balo Coelho, foi também jogador profissional de futsal.

Após encerrar a carreira de atleta profissional, a trajetória no futsal continuou e na Espanha e como treinador trabalho nas categorias de base do país europeu ainda trabalhando com futsal.

Nas categorias de base do Figueirense foi campeão do Campeonato Catarinense juvenil de 2013, Campeonato Catarinense sub-20 2015 e Copa Santa Catarina sub-20 2016.

Agora auxiliar técnico da equipe profissional do Figueirense, Márcio Coelho falou sobre a nova oportunidade que está recebendo e o trabalho a ser realizado nesta temporada 2017. 

— Me sinto muito feliz e privilegiado em estar alcançando mais este degrau na carreira já que é o sonho da grande maioria em trabalhar no futebol profissional e é com muita alegria que vejo esta oportunidade se abrindo aqui no Figueirense. Muitos profissionais gabaritados já passaram por aqui como Rogério Micale, Hémerson Maria entre outros e seguiram com sucesso nas suas carreiras e espero que isso aconteça também.

Conhecedor das categorias de base, Márcio Coelho será um dos responsáveis pela análise e transição das categorias de base para o futebol profissional e falou como espera desenvolver também este trabalho reforçando o elenco profissional com jovens talentos, além de reverenciar as pessoas que o incentivaram e o ajudaram a chegar ao futebol profissional do Figueirense. 

— Conheço bem as categorias de base onde trabalhei seis anos então conheço o processo de formação e espero ajudar nesta transição tão difícil que é a saída das equipes de base e a adaptação ao profissional por parte do atleta. Quando cheguei ao Figueirense vinha do futsal e tinha como desafio implantar no futebol de campo algumas ideias que aprendi durante os anos em que passei nesta modalidade buscando sempre agregar algo. Com o passar do tempo fui subindo de categoria na base e comecei a ter essa visão de um dia chegar ao profissional. A paixão pelo esporte começou em casa já que meu pai trabalhou 17 anos no futsal e meu irmão também foi atleta de futsal atuando em diferentes clubes e hoje é um espelho para mim. Agradeço também as pessoas que me trouxeram ao Figueirense a seis anos atrás e posso garantir que foram fundamentais para que eu atingisse os meus objetivos — encerrou Márcio.

 
 
 
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros