Tricordiano demite Edinho, filho de Pelé, após duas derrotas no Campeonato Mineiro  - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Troca08/02/2017 | 13h15Atualizada em 08/02/2017 | 13h15

Tricordiano demite Edinho, filho de Pelé, após duas derrotas no Campeonato Mineiro 

Passagem do treinador pelo time da cidade em que o pai nasceu foi curta 

Tricordiano demite Edinho, filho de Pelé, após duas derrotas no Campeonato Mineiro  Ver Descrição/Ver Descrição
Foto: Ver Descrição / Ver Descrição
Lancepress
Lancepress

A passagem do técnico Edinho pelo Tricordiano durou apenas duas partidas. Na noite desta terça-feira, o clube mineiro confirmou no Twitter a saída do treinador depois da derrota para o Cruzeiro por 2 a 1, no último domingo no estádio do Mineirão. Antes, o Galo de Três Corações havia perdido para o Uberlândia por 1 a 0, na estreia do Campeonato Mineiro.

Contratado no fim do ano passado para comandar o Tricordiano, Edinho era a terceira geração dos "Nascimentos" na cidade, já que além de Pelé ter nascido no local, o avô Dondinho defendeu o Atlético de Três Corações nos anos 1930.

Além do Tricordiano, o técnico já comandou Mogi Mirim e Água Santa, mas nos três clubes teve passagem curta. Foram dois jogos no time mineiro, quatro no Mogi e somente nove no Água.

Através de nota, o presidente Gustavo Vinagre explicou a saída e agradeceu Edinho pelo período em que esteve à frente do clube. Leia na íntegra:

Bom dia,

Conforme anunciamos ontem pela noite, através das nossas redes sociais, a demissão do nosso ex-técnico Edinho, venho por meio desta carta agradecer ao profissional que durante estes três meses e meio de trabalho em nosso clube demonstrou total dedicação em busca do nosso objetivo no Campeonato Mineiro 2017.

Infelizmente ao longo deste período tivemos algumas situações em que a filosofia de trabalho do treinador não estava de acordo com a da nossa diretoria, sem julgamentos de quem esteja certo ou errado, apenas discordância nos métodos apresentados, o que é bastante comum no meio do futebol.

É notório que os resultados negativos na pré-temporada e no início do Estadual dificultaram ainda mais a permanência do técnico no cargo, mas a rescisão de contrato não se justifica apenas pelas derrotas nos placares finais das partidas em que ele comandou o nosso elenco. Valorizamos a apresentação honrosa e guerreira, realizada no último domingo no Mineirão, contra o Cruzeiro, mas isso não foi o bastante para que déssemos sequência nessa parceria.

Lamentamos ter que romper o trabalho e o planejamento proposto desde o final do ano passado, mas diante do calendário do Campeonato Mineiro e do formato curto de disputa, não temos tempo a perder em busca dos pontos que precisamos para manter o Tricordiano na elite do futebol de Minas Gerais.

Por acreditar que será melhor uma mudança na comissão técnica, para o ambiente e novo estilo de jogo, em breve anunciaremos o novo comandante para os nove jogos finais do Estadual!

Obrigado Edinho, obrigado Rei Pelé, pelo carinho e dedicação durante este curto, porém especial e inesquecível período. Sabemos que a torcida pelo sucesso do nosso clube será eterno, como a nossa idolatria pela família Arantes do Nascimento!

Torcida do Galo Furioso, contamos com vocês para o restante do Mineiro! Pra cima Galo!

Um abraço,

Gustavo Vinagre


 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCLaine Valgas: moradora de Palhoça pede ajuda para encontrar cachorrinha: https://t.co/5bjqHf6a4t https://t.co/Rh0Qe1MjZfhá 22 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCBom dia, leitores! Esta é a nossa capa de hoje, sexta! #HoraSC #Sextou https://t.co/9qoatvLsLfhá 47 minutosRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca