Vice-presidente do Marcílio Dias diz que time não precisa de tragédia para crescer e causa polêmica - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Afirmação infeliz20/02/2017 | 11h37Atualizada em 20/02/2017 | 14h00

Vice-presidente do Marcílio Dias diz que time não precisa de tragédia para crescer e causa polêmica

Mauro Pereira se diz arrependido da referência à Chapecoense

Uma transmissão ao vivo feita pela diretoria do Clube Náutico Marcílio Dias, neste domingo,  repercutiu mal em Itajaí. O presidente do clube, Lucas Brunet, e o vice, Mauro Cesar Pereira, fizeram um vídeo nas redes sociais para lançar uma campanha de reforço no número de associados. Durante a transmissão, o vice-presidente disse que "o avião do Marcílio Dias não precisa cair para a gente tornar esse time uma potência no futebol catarinense, no futebol brasileiro. Não precisamos de tragédia para tornar nosso time grande".

A afirmação, com referência ao acidente com o avião que transportava a equipe da Chapecoense para a Colômbia e deixou 71 mortos, entre jogadores, equipe técnica, empresários e jornalistas, provocou críticas. O próprio Mauro fala, no vídeo, que "me pediram para não falar isso", dando a entender que sabia que o que estava dizendo poderia não ser bem recebido. 

Na manhã desta segunda-feira, o vice-presidente disse que se arrependeu de ter feito referência à tragédia, que marcou o esporte no mundo todo.

_ Fui mal interpretado, me arrependo porque não era o meu intuito. O que eu quis dizer é que não precisamos de uma tragédia para conseguir mais sócios torcedores. O brasileiro se comove só com a tragédia, e queremos que o torcedor se comova com nossos esforços para dar credibilidade e transparência ao clube _ diz Mauro, que completa:

_ Inclusive o presidente da Chapecoense era muito meu amigo, vínhamos conversando para iniciar uma parceria de jogadores.

Crise

O Marcílio Dias caiu para a 2ª divisão do Catarinense no ano passado, já com número reduzido de sócios. Até domingo eram apenas 30 adimplentes, resultado de uma campanha desastrosa em 2016 e, segundo o vice-presidente, da falta de confiança do torcedor na antiga diretoria. 

A campanha para incluir novos associados propõe mensalidades a partir de R$ 19,19, com direito a lugar na arquibancada descoberta e participação em eventos do clube. Em 12 horas, o Marcílio Dias havia conquistado 50 novos sócios. 

A meta é chegar aos mil associados até o início do campeonato da 2ª divisão.

 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCEm meio ao crescimento da violência em SC, governo lança Operação Veraneio: https://t.co/tvA73YBKIL https://t.co/PAgbUach3Ghá 51 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCDelegado e feirante do Mercado Público: conheça a história de 100 anos do seu Kido: https://t.co/rZo5bjSqEK https://t.co/DSJhO2bf6Mhá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca