Wellington Paulista marca e garante a vitória da Chapecoense sobre o Tubarão pelo Catarinense - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

1 a 001/02/2017 | 21h21Atualizada em 01/02/2017 | 21h21

Wellington Paulista marca e garante a vitória da Chapecoense sobre o Tubarão pelo Catarinense

Esta foi a segunda vitória do Verdão do Oeste no Campeonato Estadual

Wellington Paulista marca e garante a vitória da Chapecoense sobre o Tubarão pelo Catarinense Caio Marcelo/Especial
Foto: Caio Marcelo / Especial
Luiz Barp - especial

A Chapecoense sentiu a pressão de jogar pela primeira vez fora de casa e precisou de calma para vencer o Tubarão na noite desta quarta-feira. Pela segunda rodada do Campeonato Catarinense, o Verdão marcou um gol com o Wellington Paulista, e garantiu mais três pontos e a liderança no Estadual.

A partida começou muito equilibrada e movimentada. Mesmo a Chapecoense forçando as jogadas pela direita, o Peixe não se intimidou e, nos primeiros de jogo, a bola saiu pouco do meio de campo. Com as duas zagas atentas, nenhum dos goleiros teve muito trabalho até os 20 minutos.

O Verdão começou a pressionar mais a partir dos 34. Primeiro, Reinaldo chutou de bico na grande área e o goleiro Jandrei fez boa defesa. No rebote, Wellington Paulista ainda tentou, mas chutou para fora.

Um minuto depois, aos 35, Reinaldo cruzou de novo para Wellington Paulista que, dessa vez, não perdeu a oportunidade e abriu o placar de cabeça, marcando um belo gol e segundo dele no Estadual. Aos 38, a Chapecoense quase faz mais um. Reinaldo cruzou em diagonal e Andrei Girotto cabeceou para fora.

Já as melhores chances dos donos da casa foram em cobranças de falta. Na primeira delas, aos 22 minutos, Everton Júnior cobrou, mas a bola fica na barreira do Verdão. No finalzinho do primeiro tempo, Gustavo Bastos por pouco não igualou o placar. Depois de chutar bem no canto direito, a bola bateu na trave, para a sorte do goleiro Arthur Moraes, que só observou.

Foto: Caio Marcelo / Especial

Na primeira etapa, o Tubarão ainda sofreu duas baixas e precisou substituir Matheus Barbosa e Guilherme Amorin por Ricardo Conceição e Alex Nemetz, respectivamente. Em um jogo de multas faltas, foram quatro cartões amarelos só no primeiro tempo.

Na etapa complementar os dois times retornaram sem novas substituições. O técnico do Verdão, contudo, perdeu Niltinho aos 11 minutos depois do atacante sentir o ombro esquerdo por uma falta sofrida no comecinho do segundo tempo. No lugar dele, Vagner Mancini colocou Osman.

Não querendo sofrer a primeira derrota no Catarinense, o Tubarão pressionou e subiu mais a marcação. O Peixe fez uma boa jogada aos 19 minutos com Calyson, que chutou em direção ao gol, mas o goleiro Artur Moraes conseguiu espalmar.

Aos 21, o Tubarão levantou o torcedor na arquibancada mais uma vez. Renteria fez boa jogada na área, fazendo a zaga da Chapecoense trabalhar. Aos 26 minutos, 71 do tempo corrido, a partida parou mais uma vez para homenagear as vítimas da tragédia na Colômbia, inclusive com o apoio da torcida do Peixe.

Aos 28, Valdo Bacabal tentou um cruzamento pela direita, mas Artur Moraes saiu bem e pegou. Três minutos depois foi a vez de Reinaldo cruzar na área do Tubarão. A bola sobrou para Rossi chutar, mas bateu na marcação.

Com o jogo se encaminhando para o final, os dois times perderam um pouco de fôlego e não mexeram mais no marcador: vitória do Verdão por 1 a 0. Na próxima rodada do Estadual, a Chapecoense recebe o estreante Almirante Barroso, na Arena Condá, sábado, às 19h30min. Já o Tubarão recebe o Avaí, domingo, às 19h30min.

FICHA TÉCNICA

TUBARÃO (0)

Jandrei; Alex Santos, Gustavo Bastos, Aldo, Artur Henrique; Matheus Barbosa (Ricardo Conceição), Calyson e Valdo Bacabal; Everton Júnior (Paulinho), Rentería e Guilherme Amorin (Alex Nemetz).

Técnico: Marcelo Mabília.

CHAPECOENSE (1)

Artur Moraes, João Pedro, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Amaral, Andrei Girotto e Nenén (Nadson); Niltinho (Osman), Rossi e Wellington Paulista (Túlio de Melo).

Técnico: Vagner Mancini.

Gol: Wellington Paulista (C), aos 35 do primeiro tempo.

Cartões amarelos: João Pedro (C); Wellington Paulista (C); Aldo (T); Douglas Grolli (C) no primeiro tempo. Alex Nemetz (T). Rossi (C) e Arthur Moraes (C), na etapa complementar.

Arbitragem: Leandro Messina Perrone, auxiliado por Carlos Schmidt e Bruno Muller.

Local: Estádio Domingos Silveira Gonzales, em Tubarão.

Leia mais
Acesse a tabela do Campeonato Catarinense
Sem acordo com Primeira Liga e FCF, Chape deve entrar em campo com dois times no mesmo dia

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCFalando de Sexo: gosto do meu marido, mas sinto falta do sexo com o outro https://t.co/Px3cmVIJep #HoraSC https://t.co/Usbki2BUYfhá 50 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCXuxa diz que encerrará fundação filantrópica por conta da crise https://t.co/fFpvLpE8an #HoraSC #Xuxa https://t.co/VKEJmLOYAnhá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros