Após perder a primeira no Estadual, técnico do Avaí avalia postura do time: "Brigou o jogo inteiro" - Esportes - Hora de Santa Catarina

Versão mobile

Palavra do professor13/03/2017 | 15h43Atualizada em 13/03/2017 | 15h43

Após perder a primeira no Estadual, técnico do Avaí avalia postura do time: "Brigou o jogo inteiro"

Leão foi derrotado pelo Criciúma por 3 a 2 no último domingo, na Ressacada

Após perder a primeira no Estadual, técnico do Avaí avalia postura do time: "Brigou o jogo inteiro" Cristiano Estrela/Agencia RBS
Foto: Cristiano Estrela / Agencia RBS
DC Esportes
DC Esportes

Depois de sofrer a primeira derrota no Campeonato Catarinense, o técnico Claudinei Oliveira fez uma avaliação da postura do Avaí na derrota por 3 a 2 para o Criciúma, no domingo, em Florianópolis. Apesar do resultado negativo, o comandante elogiou o empenho dos seus jogadores. Até este confronto, o Leão havia sofrido apenas três gols em nove partidas. Mesmo número que levou contra o Tigre, em apenas um jogo. 

Claudinei disse que tomar três tentos não é nada normal, mas que é preciso reconhecer o mérito do adversário que, assim como o time da Capital, também manteve a base da temporada passada.

- Foi um resultado negativo. Mas o time brigou o jogo inteiro. Falar que os jogadores não lutaram, não dá pra aceitar. Acho que brigaram, não conseguiram, mas não foi por falta de empenho ou por ter vencido o primeiro turno. Lutamos e o Criciúma venceu o jogo. Perdemos na 10ª partida. Quando vencíamos nunca falei que nosso time era o melhor do mundo, não é porque perdemos que vou falar que está tudo errado e nosso time é o pior do mundo.

O Avaí entrou em campo contra o Tigre com quatro desfalques: os volantes Judson e Luan, o meia Diego Jardel e o lateral-direito Leandro Silva. No jogo na Ressacada, o atacante Romulo sentiu e foi substituído. Claudinei explicou o motivo de ter escolhido o jovem Léo ao invés de propor a entrada do meia Vinícius Pacheco.

- Pacheco não tem condição física de fazer o corredor, não tem condição de fazer a lateral. Pacheco tem característica de jogar por dentro, é meia de criação, armação. Pensei em colocar o Léo, porque as jogadas do Criciúma de perigo eram pela esquerda, tentei dar um equilíbrio porque ele tinha jogado bem contra o Inter de Lages. Ele nos dá mais estatura para o jogo aéreo, não acho que ele jogou mal não. Foi vaiado, alguns aplaudiram... Temos que dar valor, ele é novo, formado no clube, não adianta rotular ou dar responsabilidade maior do que tem que ter. Responsabilidade é minha porque eu coloquei porque eu confio - completou o treinador azurra.

O Avaí volta a campo pelo Estadual neste domingo, às 16h, contra o Metropolitano, em Blumenau.

Leia mais notícias do Avaí
Criciúma vence o Avaí de virada na Ressacada
Acesse a tabela do Campeonato Catarinense

 
 
 

Siga Hora no Twitter

  • horasc

    horasc

    Hora de SCRodrigo Faraco: Alemão revela que grupo de jogadores ajudou a manter Claudinei no Avaí https://t.co/YkBXovie0v… https://t.co/0yjmQThSRZhá 31 minutosRetweet
  • horasc

    horasc

    Hora de SCMário Motta: motoristas, cuidado com os buracos ao circular pelas ruas no Santa Mônica https://t.co/l0pgD8su68… https://t.co/ksW4Ae4bBEhá 1 horaRetweet
Hora de Santa Catarina
Busca
clicRBS
Nova busca - outros